A convite do ministro das Comunicações, Fábio Faria, o empresário Elon Musk faz uma visita ao Brasil nesta sexta-feira (20). No encontro, está prevista uma reunião do bilionário com o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Segundo Faria, a pauta dessa visita é para tratar de assuntos voltados à conectividade e também sobre a proteção da Amazônia. A expectativa é que seja feita uma parceria para a oferta do serviço de internet via satélite da Starlink para escolas rurais, além de ampliar o monitoramento do desmatamento ilegal na floresta amazônica.

Segundo a Reuters, o encontro será durante um almoço em um hotel de luxo próximo à cidade de Sorocaba, no interior de São Paulo. Além de autoridades do governo, está prevista a presença de Pietro Labriola, presidente-executivo da Telecom Italia — controladora da operadora TIM no Brasil –; além de André Esteves, presidente do Banco BTG Pactual – que tem entre os seus negócios vários investimentos na área de telecomunicações.

O convite para essa reunião foi feito em novembro passado, quando o ministro brasileiro fez uma viagem aos Estados Unidos e visitou as fábricas da Spacex e da Tesla, incluindo um encontro com Musk. Essa viagem de Faria antecedeu a autorização do serviço da Starlink no Brasil, homologado em janeiro deste ano pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Elon Musk no Brasil

Vale lembrar que o Governo Federal promove o “Wi-Fi Brasil”, um programa que busca oferecer acesso a internet banda larga para escolas, telecentros, unidades de saúde e aldeias indígenas, principalmente em áreas remotas e rurais. A conectividade é oferecida por meio de infraestrutura terrestre, além de banda larga via satélite.

Atualmente, o governo conta com uma parceria com a empresa americana Viasat para a oferta dessa conectividade gratuita, por meio do uso do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC-1), através de um contrato com a Telebras. Por isso, é esperado que a visita de Elon Musk seja com o objetivo de ampliar esse projeto de inclusão digital por meio da rede Starlink.

De acordo com o governo, o Wi-Fi Brasil já conta com mais de 15 mil pontos de internet gratuita implantados em todo o país, atendendo mais de 10 mil escolas.