Elon Musk promete internet da Starlink para 19 mil escolas brasileiras

Chamado de "mito da liberdade" por Bolsonaro, bilionário sul-africano também ofereceu tecnologia da SpaceX para ajudar no monitoramento da Amazônia

Elon Musk promete internet da Starlink para 19 mil escolas brasileiras

Imagem: Twitter/Reprodução

O bilionário Elon Musk tuitou na manhã desta sexta-feira (20) que pretende levar o serviço de internet via satélite da Starlink para 19 mil escolas brasileiras localizadas em áreas rurais. O empresário está no Brasil à convite do ministro das comunicações, Fábio Faria.

Segundo o presidente da República, Jair Bolsonaro, é esperado que o empresário também faça investimentos no país e use a tecnologia da SpaceX para reforçar a proteção da floresta amazônica.

Durante evento em Porto Feliz, no interior de São Paulo, Elon Musk recebeu uma medalha de honra das mãos de Bolsonaro e do ministro da Defesa, Paulo Oliveira. Inclusive o presidente chegou a chamar o bilionário de “mito da liberdade”, em referência ao desejo de Musk de tornar o Twitter uma plataforma mais aberta.

Já o ministro das Comunicações, disse que o magnata era “visionário” e “brilhante”, e acrescentou ainda que todos no Brasil amam Elon Musk.

Starlink no Brasil

Desde janeiro, a Starlink está autorizada pela Anatel a oferecer o serviço de banda larga via satélite em todo o Brasil. Por enquanto, o serviço está disponível comercialmente somente nas regiões sudeste e sul, principalmente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina.

Vale lembrar que o país já conta com o programa governamental “Wi-Fi Brasil”, que oferece internet gratuita em todo o país para instituições públicas, escolas, bibliotecas, telecentros, unidades de saúde, comunidades quilombolas, aldeias indígenas, assentamentos rurais, entre outros.

A conectividade é ofertada por meio de cabeamento por fibra óptica e também banda larga via satélite — a partir de um contrato entre a estatal Telebras e a empresa americana Viasat. Atualmente, o programa está implantado em mais de 15 mil pontos em todo o país, incluindo 10 mil escolas.

Ainda não há detalhes sobre como será o acordo entre o Governo Federal e a Starlink para a oferta da conectividade em escolas brasileiras.

Sair da versão mobile