3D sem óculos: mais cedo ou mais tarde alguém vai conseguir fazer isso direito, e pesquisadores da Coreia do Sul parecem estar no caminho certo. O que significa que eventualmente poderemos assistir a um filme em 3D no cinema sem precisar colocar aqueles óculos chatos e desconfortáveis.

Hoje em dia você usa óculos em um filme como Avatar, por exemplo, para que duas imagens separadas possam se juntar em uma única imagem 3D. No cinema, existem dois projetores passando dois filmes diferentes atrás do público, e os óculos ajudam você a vê-las como se fossem uma só. Para abandonar os óculos, um projetor teria que ficar atrás da tela, e a maioria dos cinemas não têm dinheiro ou o equipamento necessário pra isso. Até agora:

“O novo método permite aos cinemas manter seus projetores onde eles sempre estiveram, atrás da plateia, e faria isso usando uma tecnologia óptica bem simples. Uma matriz especial fica na frente do projetor e polariza sua luz. Um filtro cobrindo a tela então oculta diferentes regiões verticais da tela, como uma veneziana de janela. Cada um dos seus olhos, estando em ângulos ligeiramente diferentes, fica com uma parte da tela escondida enquanto outra parte continua visível. O filme intercala em colunas verticais as imagens do olho direito e do olho esquerdo umas às outras. O truque então é fazer com que a luz visível para o seu olho esquerdo contenha apenas os pixels dedicados a ele, e vice-versa para o olho direito.”

Claro, o 3D tem mais problemas além dos óculos ridículos: é também uma inovação um tanto espalhafatosa. Mas, dessa forma, pelo menos seus olhos não estarão escondidos atrás de um par de lentes que escurecem a tela e mais irritam do que alegram. [Optics Express via Wired]

Crédito da imagem: NinaMalyna/Shutterstock