O iPhone 4 e 3GS, além do iPod Touch de 3ª e 4ª gerações e do primeiro iPad, agora estão menos seguros: a empresa russa de segurança Elcomsoft quebrou a criptografia do iOS, e a equipe por lá é esperta.

Eles pegaram um programa para descobrir a senha por força bruta, e colocaram nele uma ferramenta de desencriptação, que usa métodos já conhecidos para violar a segurança de dispositivos com iOS. A empresa agora está vendendo o programa para pessoas, governos e forças policiais.

No entanto, se um ladrão roubar seu iPad ou seu backup criptografado do iTunes, não fique preocupado com os seus segredos: qualquer um pode comprar o programa para descobrir a senha, mas a Elcomsoft só vende a ferramenta de desencriptação para órgãos oficiais, como forças policiais e forenses. (OK, se você não confiar na polícia brasileira, lembre que a chance de comprarem este programa é quase nula.) Além disso, o sistema precisa do seu backup no iTunes e do seu dispositivo com iOS para obter suas informações.

Então a ferramenta de desencriptação só pode ser adquirida por órgãos oficiais. Mas qualquer um pode comprar o programa pra descobrir a senha: é só ter um cartão de crédito e US$79! E o programa tem aceleração por GPU, permitindo testar centenas de senhas a mais que um processador (CPU) poderia aguentar. Mas mesmo assim, o ladrão teria que ser paciente para esperar o resultado de um ataque por força bruta, que vai testando possíveis senhas uma a uma. A menos, é claro, que você tenha usado uma senha fácil demais, como 1-2-3-4. [Elcomsoft via Ars Technica]