E se você retirasse as asas de um ultraleve e trocasse suas rodas por esquis? Você teria algo muito parecido com o Snow Glider (Deslizador na neve, numa tradução livre), uma engenhoca feita na República Tcheca capaz de fazer 120 km/h em gelo e neve e que consegue escalar inclinações de até 30°. Legal.

Aerosleds (algo como aerotrenós) foram os primeiros veículos propulsionados por helice a atingir algum sucesso, atormentando por décadas os Helicron franceses, que usavam rodas. Mas os russos o fizeram muito mais por necessidade do que por excentricidade. É muito mais fácil deslizar pela neve em um veículo leve do que tentar passar por ela com um arado em algo pesadão com rodas. Os Aerosleds evoluíram, se tornando veículos cada vez maiores e mais complexos, e acabaram sendo a base para o desenvolvimento dos enormes ecranoplanos, mas começaram pequenos e simples, como o Snow Glider. O Glider é um trabalho do Tcheco Václav Zahrádka, com um design de peso leve como os originais, mas possui melhorias por todos os lugares.

O Glider é construído sobre um chassi de alumínio, um canopy fechado feito de fibra de vidro e um motor de trenó para acionar a hélice atrás do veículo. A suspensão é simples, contando com a flexibilidade do esqui traseiro, e os freios são controlados na mão. Sua velocidade máxima é de 120 km/h e consegue subir ladeiras de até 30° de inclinação. É o veículo perfeito para enfrentar o totalmente assustador mas nada inédito mau tempo que o sul dos Estados Unidos tem visto neste inverno.

por Ben Wojdyla