A Epic Games, desenvolvedora do Fortnite e da Unreal Engine 4, anunciou nesta terça-feira (4), que lançará sua própria loja virtual para concorrer com Steam, GOG e Discord.

Segundo a companhia, a lojinha estará disponível em breve em PCs e Macs com jogos “escolhidos à mão”. A expectativa é que, em 2019, o Android e outras plataformas abertas também recebam a Epic Games Store.

A Epic diz que busca um relacionamento mais justo com os desenvolvedores e que, por isso, cobrará taxas muito menores do que a concorrência.

A promessa é que todos os criadores de games ganhem 88% da receita da venda do jogo, seja utilizando a engine Unity ou a Unreal Engine 4 (que cobra 5% de royalties, que serão cobertos pela Epic).

Atualmente, a Steam leva 30% das receitas nas vendas. Os desenvolvedores ficam com 70% ou 65%, dependendo da engine utilizada.

Imagem: Divulgação/Epic Games

A plataforma ainda terá um ambiente de relacionamento direto entre os criadores e os jogadores. Quem comprar um game será cadastrado automaticamente em uma newsletter para receber notícias e novidades de atualizações, por exemplo. Os desenvolvedores também terão controle total das páginas de seus jogos e do feed de notícias.

Outra característica da plataforma é o incentivo de conexão entre estúdios e criadores de conteúdo como YouTubers e streamers – haverá mecanismos de repasse de receita.

A Epic Games afirmou que mais novidades serão anunciadas na quinta-feira, dia 6 de dezembro, durante o Game Awards.

[Epic Games]