Recentemente, relatamos a existência de um bug que desbloqueou contatos previamente “banidos” do WhatsApp. Agora, houve algo parecido com o Facebook que se estendeu também para o Messenger. De acordo com a plataforma de Mark Zuckerberg, um bug, que afetou 800 mil pessoas, permitia que usuários bloqueados vissem conteúdos ou conversassem com as pessoas que as baniram.

App de quiz expôs dados de 120 milhões de usuários no Facebook até o mês passado
Identificação de quem pagou por anúncios políticos no Facebook vai chegar ao Brasil

O Facebook informa que o bug esteve ativo entre 29 de maio e 5 de junho. No entanto, embora as pessoas “desbloqueadas automaticamente” não pudessem ver conteúdos compartilhados com amigos, eles poderiam ver publicações para outros públicos. Por exemplo: era possível ver imagens da pessoa que bloqueou caso tivessem sido postadas por um amigo dele.

A rede social informou que esse desbloqueio temporário já foi restabelecido e que em 83% das pessoas afetadas tiveram apenas um contato desbloqueado. Agora, o Facebook informa que os 800 mil usuários receberão uma notificação com uma explicação do que ocorreu.

Crédito: Facebook

O bloqueio de pessoas na rede é algo importante, pois, além de evitar gente chata, pode ser uma boa ferramenta contra assediadores, e o não-funcionamento do recurso pode ser inconveniente, dependendo de quem for desbloqueado.

Desde o escândalo entre a rede e a Cambridge Analytica, o Facebook tem procurado ser mais transparente quanto a problemas que envolvem a rede. A ideia é claramente mostrar o quanto a empresa está comprometida em retomar a confiança de alguns usuários, que se sentiram traídos pela forma como os dados deles podiam ser facilmente acessados por terceiros.

[Facebook]

Imagem do topo: Stephen Lam/Getty Images