Ciência

Espanhóis anunciam ter encontrado o vinho mais antigo da história

Os espanhóis conseguiram quebrar o recorde do vinho Speyer, descoberto em 1867, que era até então o mais antigo do mundo.
Imagem: Universidade de Córdoba/Divulgação

Arqueólogos espanhóis descobriram o vinho mais antigo da história, com mais de 2 mil anos de idade. Ele foi encontrado na cidade de Carmona, na região da Andaluzia, na Espanha.

whatsapp invite banner

Os arqueólogos encontraram o vinho em um mausoléu do Império Romano próximo dos restos cremados de um homem. Além disso, os espanhóis conseguiram quebrar o recorde do vinho Speyer, descoberto em 1867, que era até agora o mais antigo do mundo.

Em um comunicado à imprensa, o Ministério da Ciência e Inovação da Espanha informou que a bebida, um vinho branco, seria usado em um ritual fúnebre, descoberto junto de mais quatro restos mortais, em 2019.

No último domingo (16), os arqueólogos espanhóis publicaram o resultado do estudo do líquido que estava no mausoléu, identificando o vinho branco mais antigo do mundo através de biomarcadores.

O vinho continha sete polifenóis presentes nas regiões vinícolas da Espanha. No entanto, um polifenol especifico, o ácido siríngico, foi o que levou os arqueólogos espanhóis a constatar que o antigo vinho era branco.

A coloração amarronzada atual é consequência da mistura com as cinzas dos mortos do mausoléu, diz o estudo.

Vinho mais antigo é mais forte que os atuais

O pH desse vinho é muito mais alto, de 7,5, do que os vinhos que a região da Andaluzia produz atualmente. Além disso, esse pH alto é consequência da “queda na qualidade que o vinho já teve no passado”. O perfil mineral do líquido era similar aos vinhos de cereja da cidade de Xerez, na Andaluzia, famosa pela bebida de mesmo nome.

Os pesquisadores encontraram mais abundância de potássio nesse vinho em relação aos vinhos atuais. De acordo com eles, isso ocorreu pela presença dos restos cremados do local.

De acordo com a Universidade de Córdoba, a razão pelos restos mortais no mausoléu serem de um homem é porque as mulheres eram proibidas de beber vinho na Roma Antiga. 

Os cientistas espanhóis não conseguiram determinar qual uva os romanos usaram para produzir o vinho mais antigo da história. Portanto, foi impossível identificar qual era o tipo específico desse vinho.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas