Existem alguns bares que são uma verdadeira viagem ao passado. Fundados quando ainda era de bom tom usar terno e chapéu para tomar uma cerveja com os amigos, alguns desses bares ainda estão aí firmes e fortes servindo petiscos e cerveja a todo o vapor.

Conheça um pouco da história dos bares mais antigos em funcionamento no Rio de Janeiro, em São Paulo, Curitiba e Belo Horizonte!

Bar Luiz – Rio de Janeiro

barluiz

O Bar Luiz é o mais antigo do Rio de Janeiro ainda em funcionamento. Inaugurado em 1887, o bar já teve outros dois endereços antes de se instalar definitivamente na Rua da Carioca, centro da cidade, em 1927. Apesar de já ter sido reformado algumas vezes, a decoração ainda remete à década de 30.

Uma história curiosa: antes de ser batizado definitivamente de Bar Luiz, o estabelecimento já teve outros três nomes. O primeiro, Zum Schlauch, era uma referência à serpentina em que o chope era tirado. Em 1901, o nome mudou para Zum Alten Jacob, uma homenagem ao fundador, Jacob Wendling. Em 1915, depois da aprovação de uma lei que proibia nomes internacionais em estabelecimentos comerciais, o bar passou a ser conhecido como Bar Adolph, nome do novo dono, Adolf Rumjaneck.

O nome foi mudado novamente em 1942, após a ascensão de Adolf Hitler ao poder, para evitar qualquer associação com o líder alemão. E desde então, o local é conhecido como Bar Luiz.

Apesar de não ser considerado um “bar alemão”, o Bar Luiz ainda traz um cardápio com algumas especialidades da Alemanha, como o kassler, e um dos chopes mais bem tirados do Rio de Janeiro.

Bar Luiz | Rua da Carioca, 39, Centro – Rio de Janeiro

Bar Léo – São Paulo

barleo

Fundado em 1940, o Bar Léo é tradicionalíssimo ponto de encontro no centro de São Paulo. Mesmo com uma recente reforma e mudança de administração, o local continua com o visual dos anos 50, o bom atendimento dos experientes garçons e o incrível bolinho de carne. O chope é tirado com colarinho alto.

Bar Léo | Rua Aurora, 100, Santa Efigênia – São Paulo

Tip Top – Belo Horizonte

A capital mineira é conhecida pela sua variedade de bares e pelas ótimas opções de comida de boteco. De acordo com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Minas Gerais, são mais de 12 mil bares espalhados pelas ruas da capital.

O mais antigo desses bares é o Tip Top, fundado em 1929 no bairro de Lourdes por um casal de imigrantes da República Tcheca. De acordo com seus fundadores, o nome foi inspirado numa gíria muito usada na Europa dos anos 20, que significava “tudo certo”.

O bar mudou de local, foi reformado e o clima não é mais o de antigamente, mas com mais de 80 anos de vida, o Tip Top certamente faz parte da tradição de bares de Belo Horizonte.

Tip Top | Rua Rio de Janeiro, 1770, Lourdes – Belo Horizonte

Stuart – Curitiba

Com mais de 100 anos de existência, o Bar Stuart é parte da história de Curitiba. Ele mudou algumas vezes de local antes de se instalar definitivamente na Praça General Osório, no centro da cidade.

O Bar Stuart traz alguns pratos que já viraram tradição na cidade, como os petiscos com carne de onça e os testículos de touro. A decoração ainda remete à década de 20 e as mesinhas na calçada dão um charme especial ao local.

Entre seus clientes famosos estão o poeta curitibano Paulo Leminski, que morreu em 1989, e os ex-governadores do Paraná e rivais políticos Jaime Lerner e Roberto Requião.

Stuart | Praça General Osório, 427, Centro – Curitiba

Quais são os bares históricos da sua cidade? Deixe a dica aqui nos comentários!