Uma ajudinha das boas práticas da ergonomia melhorou drasticamente as cadeiras de escritório, então o professor de design de interiores David Brothers usou a mesma ideologia e criou uma cadeira melhorada para músicos. Ela não só melhora a postura deles tornando mais fácil ficar sentado por longos períodos, mas também ajuda a aperfeiçoar o desempenho.

Músicos em uma orquestra são acostumados a ficarem sentados na exata mesma cadeira não importa se toquem instrumentos de sopro ou de corda. Mas 18 meses de pesquisa, incluindo entrevistas extensas com músicos profissionais, levaram Brothers a criar uma alternativa ergonômica que pode ser personalizada para diferentes instrumentos e estilos de tocar.

O assento da cadeira pode ser inclinado para frente e para trás para “reduzir a tensão da rotação pélvica traseira” e junto com o encosto também pode ser levantada e rebaixada para um melhor suporte da lombar. Em outras palavras, ela minimiza as dores nas costas. Brothers também optou pela fibra de carbono para a armação, logo ela é leve e fácil de reposicionar, mas também é forte e flexível permitindo à cadeira absorver os movimentos abruptos que os músicos fazem enquanto estão tocando. Aparentemente, pouquíssimos dos músicos com quem Brothers conversou se importam com estética. Mas como um designer de interiores, sua criação ainda tem um charme minimalista bem definido em si. Agora só falta alguém financiar seu projeto para que ele se torne realidade. Suspeitamos que Eames e Beethoven depositariam uns trocados nessa ideia. [New Jersey Institute of Technology via Gizmag]

Cadeira ergonômica para músicos.