Uma câmera de segurança é uma ferramenta útil para encontrar evidências de algo que aconteceu na sua casa, mas e quanto a todas aquelas horas de gravação que você não tem tempo para ver? A nova câmera Wi-Fi FX da FLIR usa sensores inteligentes para mostrar toda a movimentação gravada de forma simultânea, o que torna possível visualizar a movimentação de um dia inteiro em apenas alguns minutos.

hhykkixt1pnfy7o8il6g



A FLIR é conhecida há anos por suas câmeras térmicas e outros produtos de gravação de imagens, e, seguindo o sucesso e popularidade da do acessório para smartphones FLIR ONE, a companhia continua a produzir tecnologias baratas.

dlfqrjsafwnndm2dlpjp

A FLIR FX, classificada como uma espécie de competidora da Dropcam/GoPro, é uma câmera compacta com resolução de 1080p, Wi-Fi integrado, campo de visão de 160˚, entrada para cartões microSD (um cartão de 8GB já vem com a câmera), entrada e saída de áudio e seis sensores LED infravermelho que dão a ela visão noturna de até 10 metros de alcance. Ela pode gravar por até duas horas; quatro, se posicionada no suporte e indefinidamente quando ligada a uma fonte de energia.

g8cwvzjppjgnvpu2rc9v

Uma das grandes vantagens de se ter uma câmera de segurança conectada à internet é que as gravações podem ser armazenadas remotamente, o que significa que elas estarão sempre seguras, além de acessíveis por dispositivos móveis. A FLIR também tem um serviço de armazenamento na nuvem para a FX, além de aplicativos para aparelhos iOS e Android que permitem acessar as imagens em tempo real ou gravadas de qualquer lugar.

A FX captura o vídeo tanto no microSD quanto na nuvem, desde que a câmera esteja conectada à uma rede sem fio. Quando a internet não estiver disponível, a FX continua a gravar o material no microSD sem interrupções e envia o vídeo para a nuvem assim que uma rede Wi-Fi for conectada à ela.

ltamqcdxhvgpgfcni1gr

Entretanto, assistir uma dia inteiro de gravações de uma câmera de segurança provavelmente não é o que você quer fazer no seu tempo livre. Por isso, a FLIR FX usa uma tecnologia de processamento de imagens chamada RapidRecap para gerar uma espécie de replay instantâneo de tudo o que ela gravou durante o dia. Ela basicamente combina e ressalta toda movimentação detectada durante o dia em um clipe muito menor (ou múltiplos clipes, caso o dia tenha sido muito movimentado) que inclui o horário de cada movimentação sobre cada evento.

Se algo durante o RapidRecap parece suspeito e precisa ser averiguardo com calma, o usuário pode identificar o horário e ir direto para esse momento específico da gravação.

invzhngvmjmfrypybzu6

Os apps e o serviço da nuvem da FLIR FX também permitem que você configure alertas para momentos em que algo suspeito ocorrer na sua casa. Mas para garantir que seu celular ou tablet não será bombardeado com constantes notificações irrelevantes, como imagens do seu cachorro passando em frente a câmera, ou um pássaro pousando no jardim, a câmera também inclui a função SmartZone. Os usuários podem identificar, através de grade na imagem, de que locais eles querem receber alertas caso haja movimentação ali.

A FLIR FX pode até ser usada como uma câmera de ação que grava a 30 quadros por segundo quando combinada com uma capa à prova d’água que inclui um tripé na base. A gravação pode ser manualmente iniciada ou interrompida por meio de um botão no topo da câmera, mas a FX também pode criar a própria rede sem fio entre aparelhos móveis, permitindo que a gravação seja iniciada e interrompida pelo seu celular ou tablet, além de permitir que você capture fotos e reveja a gravação via aplicativo.

is7q6iwwh5uebens8rit

A FLIR FX já está disponível em pré-venda. A versão para uso interior inclui uma base e será vendida por US$ 199. A versão para uso externo, por sua vez, inclui a capa à prova d’água, que contém sensores LED infravermelho adicionais para melhor visão noturna, é vendida por US$ 249. Existem ainda acessórios adicionais para usá-la como uma câmera de ação e presa ao vidro do seu automóvel.

gpxup1lj5mybljmfkxcm

Os serviços na nuvem da FX serão vendidos em três assinaturas: uma versão gratuita chamada de FLIR Cloud Basic, que armazena vídeos de até dois dias atrás e permite ao usuário gerar três vídeos RapidRecap por mês. Existe também o FLIR Cloud Plus, que custa US$ 10 por mês ou US$ 100 por ano, que armazena vídeos por até sete dias e oferece RapidRecaps ilimitados e, finalmente, o FLIR Cloud Premium, a opção que armazena vídeos por 30 dias e custa US$20/mês ou US$200/ano.

Em termos de qualidade de imagem a FLIR não pode competir com câmeras de ação mais caras, como as da GoPro, que agora são capazes de capturar imagens em resolução 4K. Entretanto, a FX é uma opção mais barata para se gravar vídeos em 1.080p, e além disso ela pode ser usada como uma câmera de segurança, o que faz com que o preço dela seja realmente em conta. [FLIR]