As melhores dispensas médicas da Califórnia que guardam marijuana medicinal são limpas, brancas e bem cuidadas. O lugar onde a plantinha cresce, normalmente, não. Este desenho de uma fábrica de maconha produziria 50 milhões de erva por ano num espaço completamente esterilizado e verde, com o perdão do trocadilho. Parece uma boa ideia.

A fábrica com mais de 5 mil metros quadrados é parte de um projeto do Gropech, um grupo sem fins lucrativos que espera conseguir permissão para criar o espaço em Oakland City nos próximos meses. O cofundador Derek Peterson disse ao The Atlantic que ao mesmo tempo que a Califórnia legalizou a venda de marijuana para fins medicinais, a produção dela continua relegada a fábricas ilegais e plantações de fundo de quintal.

As leis na Califórnia estão um pouco invertidas, porque eles ajudam os pequenos varejistas antes de ir atrás da produção por atacado… Seria como abrir um monte de lojas de bebida antes de construir uma refinaria de álcool.

Assim, o pessoal da Gropech frisa que a cannabis da Califórnia é estritamente feita para uso médico e, dadas as condições de produção atual, pode conter agrotóxicos, insetos ou fungos que podem ser prejudiciais ao usuário. A Gropech diz que a fábrica será construída nos “padrões de laboratórios médicos”, para criar ervinhas que possam realmente ser chamadas de instrumentos medicinais. Oakland City, não deixe essa chance passar. [The Atlantic]