O Google acaba de trazer seu tablet Android ideal: especificações fortes, o software mais bem-preparado, e um preço a partir de US$199. Será que ele finalmente vai fazer os tablets Android emplacarem? E a Amazon, como fica depois dessa?

O Nexus 7, um dispositivo fino e recheado com a mais nova versão Jelly Bean do Android, possui as especificações que esperávamos: feito pela Asus, ele tem processador Tegra 3 quad-core de 1,3GHz, NFC e 1GB de RAM, câmera frontal de 1,2MP e 8h de bateria, em duas opções – 8GB e 16GB (sem entrada para cartão microSD). Tudo fica em um aparelho com tela de 7″ e resolução 1280×800, com dimensões 198,5 x 120 x 10,45mm. Ele pesa 340g.

Também está claro pelo preço – US$199 pelo modelo de 8GB, US$249 pelo modelo de 16GB – que ele está de fato mirando no Kindle Fire. Por enquanto, este é o único tablet (além do iPad) que conseguiu vender muito bem no mercado. E isto se deve, claro, ao fato de ele ser barato. Se o Google conseguir vender um tablet barato e potente com Android que seja simples para não-geeks, o Nexus pode ganhar bastante terreno – em quase toda categoria, ele ganha do Fire.

Onde ele ainda pode ficar atrás? Em conteúdo. O Google anunciou que o Play agora vende revistas e filmes, além das músicas e e-books já presentes nele. Mas a Amazon ainda tem um catálogo enorme de conteúdo. Obviamente, o Google está tentando rivalizar com eles – vamos ver se conseguiram. Claro, isso vale para os EUA. Em outros países, como o Brasil – onde o Kindle Fire não funciona – o Nexus 7 pode ter uma chance ainda melhor no mercado. Tudo depende do preço.

O Nexus 7 chega a países selecionados (não inclui o Brasil) na metade de julho. Saiba mais: [Google]

 

[nggallery id=14]