A operação durou 24 horas e precisou de 30 médicos, mas o primeiro transplante completo de face parece ter sido um sucesso. É assim que Oscar, o paciente, ficou com sua nova cara.

Essa foto foi tirada durante a primeira coletiva de imprensa que registrou a primeira aparição em público de Oscar desde seu transplante facial, há 4 meses. Antes do transplante, o paciente só conseguia respirar por meio de tubos, mas agora ele tem “um novo nariz, lábios, bochechas, maxilar inferior e superior, palato, dentes, pele e músculos”. Como resultado do novo rosto, ele é capaz de falar novamente – embora ainda precise de terapia vocal – e começou a consumir líquidos e comidas macias sem nenhuma necessidade de tubos. 

Apesar da alegria em razão do sucesso da operação, parece haver muitas preocupações com piadas, além do potencial perigo de um transplante facial, mas não precisamos pensar nisso:

A equipe médica de 30 pessoas, liderada pelo doutor Joan Pere Barret, fez questão de deixar claro que o rosto de Oscar não ficou parecido com a face de seu doador, e sim como uma amálgama dos dois. “Ele sem dúvida não parece com seu paciente doador, e eu acho que é importante a sociedade saber disso. Em termos de futuras doações de rostos, não há perigo de isso acontecer.”

Então, não nos preocupemos em fazer piadas com um filme velho do John Travolta e do Nicolas Cage e fiquemos felizes que esse homem terá uma vida melhor em alguns sentidos em comparação ao que ele tinha antes. [Fast Company]

Foto por David Ramos/AP