Ashton Lundeby, agora com 18 anos, passou os últimos 22 meses em um reformatório. Por quê? Porque ele resolveu prestar um serviço diferente: se você pagasse, ele ligaria para a sua escola e diria que havia uma bomba nela.

Lundeby, conhecido como “Tyrone” no 4chan quando tinha 16 anos, era basicamente um profissional do trote telefônico. Ele se divertia com trotes tradicionais (para diversão também de centenas de ouvintes), mas ganhava uma grana com ameaças falsas de bomba. Um aluno que realmente não quisesse ir à aula no dia seguinte poderia fazer uma transferência de dinheiro via PayPal e ter a sua escola desativada pelo pânico. O garoto conseguiu afetar mais de cinco escolas e universidades, além de dois escritórios do FBI, com suas ligações.

Quando a polícia finalmente o pegou, ele foi indiciado como um adulto em corte federal e preso sem direito a fiança. O que deve ter sido complicado para uma criança imatura que cometeu um erro imaturo de passar trotes imaturos (ainda que com consequências bem reais). Os advogados eventualmente entraram em um acordo para diminuir a sentença para os dois anos de reformatório, mais três anos de liberdade condicional supervisionada. Então ele poderia sair e aproveitar o resto da sua juventude.

Acho que a lição aqui é que não importa o quanto pareça legal a ideia de matar aula por causa de uma ameaça de bomba, ela não vale a pena se você vai ser preso depois. Então vão para a aula, povo! Pelo menos o garoto Ashton parece ter aprendido a sua lição:

“Eu definitivamente não vou mais me meter em encrenca”, disse ele. “Tem muitas coisas que eu quero fazer da minha vida. Me arrependo do que eu fiz. Se eu pudesse mudar qualquer coisa, mudaria isso. Mas todo mundo erra. Aos 16 anos, eu cometi um erro dos grandes. Mas agora tenho uma educação para correr atrás e uma vida me esperando.”

Trotes! São muito legais até alguém ir parar num reformatório. [South Bend Tribune via Wired]