Talvez você sinta medo ao olhar para o BEAR — Battlefield Extraction-Assist Robot –, mas um dia, quando você descobrir a carta-bomba que a sua ex-mulher abandonada deixou na sua caixa de correio, ele pode salvar a sua vida.

Financiado pelo exército americano, o BEAR localiza vítimas, remove materiais perigosos e pode até mesmo carregar cargas de até 230kg por longas distâncias. É mais um dos amigos robôs em uma longa linhagem de autômatos que vêm transformando a maneira com que os soldados de carne e osso lidam com situações de extremo perigo. [CNET]