por Daniel Junqueira

A Oculus prometeu no ano passado que seria possível comprar um headset de realidade virtual e um PC compatível com o gadget por US$ 1.500. E agora a empresa se juntou a grandes nomes do mercado de PCs para oferecer pacotes que começam nesse valor e incluem o Oculus Rift e PCs prontos para ele.

>>> Oculus Rift entra em pré-venda por US$ 599, mas Brasil não está entre os países de lançamento

Asus, Dell e Alienware (que é subsidiária da Dell) vão começar a oferecer a partir do dia 16 de fevereiro, nos EUA, pacotes que acompanham um PC bem potente e um Oculus Rift. Os preços começam em US$ 1.500 e vão até US$ 3.000. Ninguém disse que a realidade virtual ia ser barata!

Os pacotes mais “humildes” são os que custam até US$ 1.599 já incluindo o Oculus Rift (que, lembre-se, custará US$ 599). Temos o ASUS G11CD, por exemplo, com CPU Intel i5-6400, GPU NVidia 970 e 8GB de RAM DDR4. Sozinho, ele sai por US$ 1.049, mas quem preferir comprá-lo junto com o Oculus Rift precisa desembolsar US$ 1.549, com um desconto de US$ 100. Já a Alienware vai vender o X51 R3 com processador Intel i5-6400, GPU NVidia 970 e 8 GB de RAM DDR4 por US$ 1.599 no pacote com o Rift – sem ele, o PC sai por US$ 1.199. O último dos modelos de entrada é o Del XPS 8900 SE, com proocessador Intel i5-6400, GPU NVidia 970 e 8 GB de RAM DDR4, e custará os mesmos US$ 1.599 do dispositivo da Alienware no pacote com o headset.

Outros modelos também serão vendidos oferecendo mais potência a preços obviamente mais altos. O destaque deles – o mais caro de todos – é o Alienware Area 51, com processador Intel i7 5820K, placa de vídeo NVidia 980 e 16GB de RAM DDR4. Sozinho ele sai por US$ 2.549 – com o Rift, custará US$ 3.149.

Confira abaixo todos os sete modelos de PCs que serão vendidos em pacotes com o Oculus Rift:

oculus-pcs

O Oculus Rift entrou em pré-venda no mês passado e os primeiros consumidores devem receber a versão final do gadget no fim de março. Ele será o primeiro grande lançamento do ano em realidade virtual, mas outras coisas grandes vem por aí: o PlayStation VR, da Sony e o Vive, da HTC e da Valve, também estão previstos para 2016. Falta saber se eles também serão tão caros quanto o Rift.

[ArsTechnica]