É o certo a se fazer e, em caso de dúvida, está no Código Civil também: achou algo perdido? Devolva ao dono. Se não sabe quem é, procure se informar. Em último caso, recorra às autoridades. Se perder um bem material, ainda que barato, já é bem frustrante, imagine coisas que não dá para comprar de novo. Fotos, por exemplo. Por isso a gente aplaude a iniciativa da Ana Passos e torce para que ela tenha um final feliz.

A Ana encontrou um cartão microSD perdido recheado de fotos de, acha ela, uma viagem feita à Colômbia. Sem pressa, pegou algumas carinhas que se repetiam bastante nas fotografias, jogou um “Você nos conhece?” por cima e publicou no Facebook com a seguinte legenda:



Ontem a noite (07/11) no ponto de ônibus da ponte do Sumaré, por volta da meia-noite, achei um cartão SD cheio de coisas. Entre elas, lindas fotos das pessoas abaixo. As fotos foram tiradas na Colômbia! Por um acaso você os conhece? Já os viu pela região de Perdizes/Sumaré/Vila Madalena? Perder fotos de viagem é uma lástima, e não quero que isso aconteça com eles! Por favor, espalhe por aí. ;)

PS: Já utilizei o flickr scraper e o Stolen Camera Finder, e outros sites de busca de fotos/cameras. ;D Obrigada pelas dicas pessoal! ♥

PPS: O EXIF não tem nenhuma informação :'(

Uma atitude bem legal e que, esperamos, surta efeito. Para isso, aliás, você pode ajudar! Se conhece essa galera da foto, faça a ponte e avise sobre o achado da Ana. Um cartão microSD é um prejuízo mínimo, mas as fotos de uma viagem internacional, cara… isso não tem preço. [Flávia Durante]