No que pode ser uma notícia alarmante para os amantes de pornografia online, um novo estudo da Universidade Stanford mostra que o modo de navegação privada, hoje presente em quase todo navegador, pode ser burlado. Os culpados? Sites criptografados e as extensões do seu navegador.

Em um trabalho a ser apresentado na conferência de segurança Usenix, o cientista da computação Dan Boneh revela que o histórico de navegação pervertida que você queria manter secreto pode ser revelado caso o site use criptografia. Neste caso, os dados de navegação ficariam retidos no seu disco rígido, onde poderiam ser recuperados depois. O mesmo acontece para extensões do navegador que envolvam funções de busca online e que estejam ativas no modo incógnito.

Então o que fazer? O estudo recomenda e experimenta o desenvolvimento de extensões que possam funcionar com segurança no modo privado. Agora que você conhece os riscos, não vá culpar o Boneh pelo seu próximo momento vergonhoso na web. [CrunchGear]