Trabalhadores de hospitais no estado de Washington começaram a fazer suas próprias máscaras com suprimentos que compraram em lojas de artesanato, de acordo com uma nova reportagem da TV KOMO de Seattle. As máscaras faciais de materiais de faça-você-mesmo são apenas o exemplo mais recente de criatividade dos profissionais da saúde de todo o mundo, que lutam contra a escassez de suprimentos médicos vitais durante a pandemia de covid-19.

A equipe do hospital Providence St. Joseph Health se ofereceu e passou grande parte da terça-feira construindo equipamentos de proteção individual (EPI), como protetores faciais e máscaras cirúrgicas, a partir de suprimentos comprados em lojas de artesanato na região de Seattle.

“Esses escudos faciais oferecem proteção contra borrifadas e respingos”, disse Jennifer Kokersferfer, diretora de qualidade do hospital, à TV KOMO enquanto demonstrava o equipamento caseiro.

O estado de Washington é uma das áreas mais atingidas nos EUA, com o maior número de mortes por covid-19, embora o estado de Nova York tenha mais casos. Washington tem pelo menos 1.012 casos e 52 mortes, enquanto Nova York tem mais de 1.500 casos e 16 mortes.

Um número impressionante de 27 mortes de Washington foi vinculado a um único lar de idosos, o Life Care Center, em Kirkland, deixando claro que o equipamento de proteção individual é vital para garantir a segurança de pacientes vulneráveis ​​e profissionais de saúde.

A pandemia de coronavírus causou escassez de suprimentos médicos vitais em todo o mundo, desde máscaras faciais a ventiladores, mas muitas pessoas online estão tentando fazer o possível para conseguir criar soluções caseiras.

Algumas pessoas criaram ventiladores impressos em 3D e publicaram os planos on-line, alguns dos quais podem ser feitos por apenas US$ 100. Outros estão projetando válvulas e outros componentes cruciais para as máquinas. E alguns hospitais na Itália, que atualmente estão sendo inundados com pacientes com covid-19, estão até recebendo ajuda para realmente imprimir em 3D algumas dessas partes, de acordo com matérias locais.

Uma menina de 13 anos no Japão também recebeu elogios por fazer 612 máscaras caseiras e doá-las a idosos e pessoas carentes, de acordo com a agência de notícias Mainichi do Japão. A garota economizou seu próprio dinheiro para o projeto e gastou 80.000 ienes, aproximadamente US$ 740.

Os EUA têm pelo menos 6.496 casos de covid-19 e 114 mortes, de acordo com o monitoramento do coronavírus da Johns Hopkins. E esses números só aumentarão nas próximas semanas, colocando um enorme estresse no sistema de saúde.

Atualmente, os EUA têm cerca de 160 mil ventiladores, de acordo com estimativas aproximadas do Centro de Segurança em Saúde da Universidade Johns Hopkins e outros 12.700 na reserva nacional. Nem preciso dizer que o país precisará de muito mais em um período muito curto de tempo.

Pessoas em todo o mundo provavelmente ficarão trancadas nos próximos 18 meses, se as avaliações dos especialistas em doenças infecciosas estiverem corretas. Mas, mesmo que as pessoas percam seus empregos, esperamos que possamos mobilizar o mundo para se unir e apoiar nossos profissionais de saúde da maneira que pudermos. Com base nas fotos que vemos em lugares como a Itália, eles precisarão de toda a ajuda possível.