Se você estiver no mercado para comprar um novo PC, preste atenção nessa logo. Ela é bem parecida com a que designava um Intel “Core” antigo, mas tem esta abertura dourada no meio, e indica computadores com a nova geração de processadores da empresa, os Sandy Bridge. Os engenheiros da Intel chamam a nova família de “o maior salto tecnológico de uma geração para a outra”, com incrível ganho de desempenho em relação aos antigos (de um ano atrás) Core i3, i5 e i7, especialmente em vídeo. Hoje, 13 empresas mostraram seus lançamentos com os novos processadores que chegarão logo ao mercado brasileiro. Os destaques:

Notebooks

A Sony traz o Vaio Série C VPCCA15 que tem algumas configurações topo de linha e outras decisões estranhas. A tela LED de 14 polegadas é linda com sua resolução de 1600 x 900, mas a Radeon HD 6470M de 512 MB não parece ser a melhor opção para acompanhar. A memória é de 4GB, há um drive de Blu-ray, USB 3.0 e saída HDMI 1.4 para mandar filmes 3D diretamente para a TV. O preço: R$ 3.499.

A LG série A520-3D tem uma tela widescreen de 15,6’’ com resolução Full HD (de 1920 x 1080), com a incrível GT 540M da nVidia, que não deve muito às melhores placas de desktop, com 1 GB e suporte a 3D. Blu-ray e opções de 4 ou 6 GB de RAM completam o pacote. Ele ainda não tem preço definido, e será lançado em maio.

Além de bem bonito, O Samsung RF411 SD1 parece um bom custo-benefício: tem Core i5, 2,3 GHz, memória DDR3 de 6 GB, placa de vídeo dedicada GT540M de 1GB, 14’’ e HD de 640 GB e bateria de 6 células por R$ 2.899.

Talvez o meu preferido dessa primeira leva tenha sido o Asus N53SV. Ele tem tela de 15,6’’ Core i7, HD de 750 GB (7200 RPM), GT 540M, 6 GB e bateria de 6 células. A tela me pareceu acima da média (em ângulo de visão e brilho) e o processador de áudio e alto-falantes de alto nível ajuda a destacá-lo na multidão. Ele chega em maio ou junho por R$ 3.899.

A Dell terá a linha XPS 14” atualizada para Sandy Bridge em algum momento já nesta semana, com preço na casa dos R$ 3.000 em diante. Ainda no primeiro semestre, os Alienware (inclusive o desktop, Aurora) serão atualizados para a nova arquitetura, então se você realmente quer um notebook para games, talvez seja o momento de segurar a onda.

A linha Positivo Premium tem diversas configurações, mas talvez um bom custo-benefício seja o Premium N8530, com Core i5, 4 GB de RAM. Tela de 14,1 e saída HDMI e acabamento black piano, por R$ 1.999.

O ThinkPad Edge, da legendária linha da Lenovo (e a insistente trackpad no meio do teclado) chega em 14 ou 15 polegadas, com design mais fino que o normal e belo teclado. Como os notes da Dell, não há uma configuração fechada (nem preço). Espere ele no site da Lenovo nos próximos dois meses, com preços na casa dos R$ 3 mil também.

O Infoway Note da Itautec tem um acabamento bonito e traz opções i3 e i5, com saída HDMI, até 8 GB de RAM DDR3, mas sem placa de vídeo dedicada, e por isso mesmo, mais barato que a concorrência. Sem preço definido ainda.

Desktop

A HP e a Megaware preferiram usar a tecnologia inicialmente em desktops. A HP investiu no tudo-em-um Touchsmart 9300 Elite, com várias opções de Core i3, i5 e i7 e tela widescreen de 23 polegadas em touch. O preço não foi revelado, mas esperamos coisas lindas e caras. Já o Megahome Slim M5 tem Intel Core i5 2300, 4GB de RAM, HD de 1 TB. O sistema já vem com todos os acessórios e será vendido na Fnac.com por R$ 1.999.

Além de colocar o Core i7 Sandy Bridge em uma configuração meia-boca (sem placa dedicada, HDs rápidos ou mais RAM), a CCE colocará o novo chip no seu all-in-one de 26” que também tem TV, que chegará ao varejo ainda no primeiro semestre.

* * *

O evento da Intel hoje trouxe apenas algumas amostras do que está por vir – a maioria dos fabricantes não tinha todas as especificações fechadas. À medida que os PCs forem chegando de fato ao mercado daremos mais informações. E, a Intel tratou de tranquilizar: o problema com os processadores no primeiro lote, que interrompeu a produção, já foi superado.