Quando algum grande evento televisionado cai no gosto popular costumamos falar sobre o seu impacto especialmente no Twitter. Mas o Twitter não é a única rede social movimentada por programas de TV – o Facebook também é. E Mark Zuckeberg quer provar que sua plataforma é mais poderosa do que o Twitter, e para isso vai entregar relatórios a emissoras dos EUA com a atividade dos usuários do Facebook durante a transmissão de determinados programas.

Todos os comentários, compartilhamentos e curtidas durante a exibição de um episódio de um seriado serão relacionados e entregues às emissoras, para que elas consigam medir o impacto dos seus programas no Facebook. Os dados entregues serão tanto os públicos quanto os privados – de usuários que não disponibilizam suas atividades para qualquer pessoa ver. Pode parecer um atentado à privacidade, mas o Facebook garante que as informações serão repassadas anonimamente, sem vínculo com os usuários.



Entre as emissoras que receberão os relatórios estão a NBC, Fox, CBS e ABC, além de algumas outras parceiras menores. Eles serão entregues semanalmente com o resumo das interações feitas entre os usuários durante os programas. O Facebook defende que as conversas feitas sobre os episódios são uma forma melhor de medir a representatividade delas do que os tweets para, assim, provar que sua plataforma é a mais poderosa na hora de avaliar o impacto na internet causado pelos programas de TV. [The Wall Street Journal via The Verge]