Finalmente você poderá compartilhar algo útil no Facebook. Graças a uma parceria com o Ministério da Saúde, a rede social permitirá que os usuários brasileiros se declarem doadores de órgãos em suas Timelines.

Isso, claro, não tem validade jurídica, mas acaba sendo um bom indicativo para que os familiares, aqueles que detêm o poder de decisão quanto ao destino dos órgãos do ente falecido, optem pela doação. O Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse:

“Acreditamos que essa iniciativa vai aumentar ainda mais o número de doadores, vai facilitar para que qualquer indivíduo deixe clara sua opção, registre em vida (…) Acreditamos que vamos criar um burburinho sobre isso, vamos dialogar com um público jovem.”

A opção de se declarar doador de órgãos está ativa nos EUA e na Grã-Bretanha desde maio desse ano e, de acordo com Padilha, entre os norte-americanos houve um aumento de 40% na doação de órgãos desde então. O Governo Federal espera, com a medida, manter ou bater o recorde de órgãos transplantados do primeiro quadrimestre de 2012, quando 7993 procedimentos foram realizados — no mesmo período do ano passado, foram 5842.

Para se declarar doador de órgãos no Facebook, vá até a sua Timeline/perfil, clique em “Evento cotidiano”, depois em “Saúde e bem estar” e, por fim, clique em “Doador de órgãos”. Antes da atualização aparecer no seu perfil dá para definir a privacidade, deixando a opção visível apenas, por exemplo, aos familiares — caso assim prefira. [Facebook, Ministério da Saúde via InfoWester, Folha]