Ontem, o Facebook atualizou a Política da Plataforma, conjunto de regras que todo app e site deve seguir caso se integre à rede social – através do botão Curtir, por exemplo. No geral, as mudanças são sutis, mas há uma que é muito bem-vinda: a partir de agora, oferecer acesso a apps ou a conteúdo em troca de Likes é proibido.

A regra é clara:



Incentive uma pessoa apenas a fazer login em seu aplicativo, como a Página de seu aplicativo, inserir uma promoção na Página de seu aplicativo ou fazer check-in em um local. Não incentive outras ações. A partir de 5 de novembro de 2014, você não poderá mais incentivar pessoas a curtir a página do seu app.

O Facebook até mostra um exemplo do tipo de comportamento que não será mais aceito:

facebook like for content

“Compartilhe este link no Facebook para ver o vídeo completo!” NÃO. “Clique em curtir para continuar lendo este post!” NÃO. Os desenvolvedores têm 90 dias para abandonar essas práticas.

A rede social explica, no entanto, que alguns incentivos estão liberados. Por exemplo, o app pode oferecer brindes – como itens virtuais – caso você envie convites aos amigos e eles aceitem. (Só não pode premiar o usuário apenas por enviar convites, o que seria puro spam.)

O Facebook vem se esforçando para evitar que páginas do Facebook cresçam de forma artificial mendigando likes. Por exemplo, o algoritmo penaliza posts do tipo “se curtiu compartilhe” – isso não seria necessário se o conteúdo fosse bom. Eles também querem melhorar a qualidade dos feeds de notícias, priorizando notícias em vez de links para memes. Você conseguiu notar tudo isso no seu feed? [Facebook via The Next Web]

Foto por AP