O Facebook tem feito mudanças em seu algoritmo para alterar o tipo de conteúdo que aparece com mais frequência para seus usuários — em agosto passado, por exemplo, as mudanças tinham como objetivo diminuir a quantidade de posts caça-cliques que aparecem quando entramos na rede social. E ontem o Facebook anunciou mais uma alteração no algoritmo — agora ele vai priorizar seus amigos mais próximos em vez das páginas que você curtiu.

A lógica por trás da mudança é simples: bem, você deve gostar mais dos seus amigos do que de marcas. Talvez não seja verdade para todo mundo, mas provavelmente é para a maioria das pessoas. Então faz mais sentido que você veja uma atualização de alguém que você se importa logo ao entrar na rede social, em vez de algum post de alguma página, certo? Acho que sim. A partir de agora, os primeiros posts que você deve encontrar no Facebook devem ser dos seus amigos, e as páginas começam a dar as caras conforme você desce no seu feed de notícias.

E não é só isso: o Facebook também criou novas regras para aqueles com pouco conteúdo para ver. Até agora, o Facebook limitava a quantidade de posts de uma única fonte que poderiam aparecer no feed de notícias — não será mais assim, e alguns usuários vão poder ler mais e mais coisas postadas pelas mesmas pessoas ou páginas conforme descem mais e mais no feed de notícias.

Por fim, seu Facebook vai mostrar menos coisas que seus amigos comentaram ou curtiram dentro da rede social para priorizar conteúdo postados por eles mesmos. Menos “Fulano comentou em um post” e mais posts do fulano. Gostei disso.

As mudanças já estão valendo, então é possível que seu Facebook já esteja mostrando conteúdo pelo qual você se interessa mais. Mas, claro, isso não deve mudar o fato do feed de notícias ser ruim — isso não é culpa do Facebook, e sim de nós mesmos, que gostamos de conteúdo ruim. [Facebook via TechCrunch]