É hora de mais um resultado financeiro, aquele jogo maluco onde as empresas anunciam quanto dinheiro eles faturaram para, em seguida, os investidores punirem ou louvarem os resultados sem muita correlação com a realidade.

Agora é a vez do Facebook: sua receita recorde trouxe apenas um pequeno lucro, mas este parece ser um momento de virada para a rede social.

Pela primeira vez, mais pessoas acessaram o Facebook via app ou navegador móvel do que o visitaram em um computador. Na verdade, 157 milhões de pessoas em todo o mundo acessam a rede social apenas através do celular, aumento de 70% em um ano.

Na conference call aos investidores, o próprio Mark Zuckerberg disse: “não há como contestar – o Facebook é uma empresa focada em dispositivos móveis”. Isso não significa que eles estejam criando um Facebook Phone, no entanto. Zuck disse explicitamente: “Nós não vamos fazer um celular”.

Desde que o Facebook estreou na bolsa de valores, uma de suas maiores fraquezas era não estar tão presente na área móvel. Felizmente, eles se mexeram e melhoraram a (antes sofrível) experiência nos apps do iOS e Android.

No entanto, o Facebook ainda fica para trás em apps móveis, se inspirando em serviços como Whatsapp, Snapchat e Vine em vez de criar algo realmente novo. O CEO diz que “a próxima coisa que faremos é ficarmos muito bons em criar experiências feitas primeiro para mobile”.

E há muitas oportunidades aí: no quarto trimestre, 23% das receitas de propaganda vieram do Facebook móvel. Com certeza você deve ter notado que seu feed de notícias ficou entupido com propagandas, não? Quem sabe isso deu um pouco de dor de cabeça para você – mas isso rendeu uma boa grana à rede social.

A receita total no trimestre foi de US$ 1,59 bilhões, superando as expectativas do mercado financeiro. A receita em propaganda aumentou 43% em um ano. A receita por usuário foi de apenas US$ 1,58; o Google fatura o quíntuplo disso. E o lucro foi de apenas US$ 64 milhões, queda de 79% em um ano. As ações FB caem 3,5% antes da abertura da bolsa.

O Facebook tinha 1,056 bilhão de usuários ativos no mês de dezembro, dos quais 618 milhões usam a rede social diariamente. Não foi informado o número de usuários brasileiros, mas já somos o país mais ativo na rede social. [Facebook via The Verge, Mashable e AllThingsD]