O Facebook simplificou nesta quarta-feira (14) suas opções de privacidade para grupos. Antes, havia três opções: público, fechado e secreto. Agora, são só duas, público e privado, e a segunda opção tem uma configuração extra para buscas.

A mudança tenta resolver uma confusão criada pelas opções fechado e secreto. Em ambas, não era possível entrar sem aprovação de um moderador. No entanto, grupos fechados apareciam nos resultados de busca na rede social, enquanto grupos secretos não eram visíveis. Muita gente confundia essas duas opções, como observa o The Next Web.

Imagem que mostra as três opções de grupos. São três colunas: na primeira, o grupo está configurado como públic, e o fundo da coluna é cinza claro. Na segunda, está configurado como privado, e o fundo é azul escuro; além disso está configurado como visível, e tem uma explicação de que qualquer pessoa pode encontrar esse grupo. No terceiro, também privado, também azul escuro, está configurado como oculto, e há uma explicação que diz que somente membros podem encontrar esse grupo.

Agora ficou tudo mais explícito: há grupos públicos, em que qualquer um pode entrar, e privados, em que é necessária autorização. Nos privados, os moderadores podem escolher entre duas alternativas: visível, que qualquer um pode encontrar, e oculto, que só membros podem ver.

No post que anuncia a mudança, o Facebook lembra que há regras para mudar as configurações de privacidade de um grupo: só é possível trocar a configuração uma vez a cada 28 dias e não é permitido tornar públicos grupos privados com mais de 5 mil membros, entre outros detalhes.

Além disso, a rede social conta que está usando inteligência artificial para “detectar proativamente conteúdo inadequado, antes que alguém o denuncie e, às vezes, antes mesmo que as pessoas o vejam”, e que isso vale para grupos públicos ou privados.

[Facebook, The Next Web]