Com tantas pessoas recorrendo a videogames para passar o tempo preso em ambientes fechados, o Facebook está lançando um aplicativo móvel dedicado para jogos do Facebook, o Facebook Gaming, meses antes do previsto para tentar aproveitar o recente aumento de visualizações em outras plataformas e transmissão ao vivo, como Twitch e YouTube.

O app gratuito foi disponibilizado nesta segunda-feira (20) na Play Store do Google, informa o New York Times, e uma versão iOS correspondente deve ser liberada assim que a “Apple aprová-la”.



Embora a recente incursão do Facebook na indústria de jogos, um mercado de de US$ 160 bilhões, estivesse prevista para estrear em junho, a empresa decidiu adiantar sua data de lançamento depois de perceber “um grande aumento de jogos durante a quarentena”, disse Fidji Simo, chefe do app Facebook Gaming, ao Times.

“Investir em jogos em geral se tornou uma prioridade para nós, porque vemos os jogos como uma forma de entretenimento que realmente conecta as pessoas”, disse Simo. “É um entretenimento que não é apenas uma forma de consumo passivo, mas é um entretenimento que é interativo e une as pessoas”.

Atualmente, você pode assistir e transmitir jogos por meio do aplicativo principal do Facebook, mas mesmo com 2,5 bilhões de usuários mensais da rede, a empresa ainda luta para competir com os maiores concorrentes do cenário de streaming. Segundo a Streamlabs, o Facebook Gaming é o terceiro em número total de horas assistidas, após o YouTube Gaming e o Twitch, da Amazon. Ele fica ainda mais distante em termos de quantidade de conteúdo oferecido, com o Facebook Gaming em média menos de 5% das 121,4 milhões de horas transmitidas no Twitch até agora este ano.

Com o lançamento deste aplicativo, o Facebook espera conquistar uma posição maior, concentrando-se no conteúdo frequentemente esquecido nessas plataformas: jogos para celular. É uma jogada inteligente que aproveita o grande público móvel do Facebook e evita um cabo de guerra com os streamers de games para PC e console, que é o que está acontecendo entre o Twitch e o Mixer, a opção da Microsoft neste mercado.

Os usuários poderão transmitir suas sessões de jogo pelo aplicativo simplesmente tocando no botão “Go Live”, que “permite que os usuários enviem transmissões de outros jogos para celular no mesmo aplicativo pressionando apenas alguns botões”, de acordo com a reportagem. Outras plataformas exigem software adicional de terceiro para transmitir jogos para celular, pois são projetados principalmente para oferecer suporte a jogadores de PC, sua base predominante de usuários.

“Não queremos ser a janela de segundo plano em uma guia do Chrome enquanto alguém faz a lição de casa ou outra coisa”, disse Vivek Sharma, vice-presidente de jogos do Facebook, ao New York Times. Você não pode fazer mais nada no seu celular, e isso é extremamente poderoso”.

A mesma transmissão de jogos do Facebook também pode ser transmitida para a página pessoal do Facebook de um usuário para atrair espectadores dentro e fora do aplicativo. No momento, a empresa disse ao Times que o app não teria anúncios, e a receita dependeria de comissões de uma extensão do seu sistema de “estrelas”, que é o nome que o Facebook Gaming para doações que os telespectadores poderão dar ao streamer (na mesma linha que ocorre com os “bits” do Twitch).