Consolidando a CES como o mais novo evento do circuito da indústria automobilística, a Faraday Future revelou uma plataforma-conceito de carro elétrico que, nos planos da empresa, irá permitir que ela concorra com a Tesla. E o nome bem que poderia ser Wayne Automóveis, já que o FFZERO1 parece ter saído da garagem do Batman.

Leia mais sobre a CES 2016:

>>> Cama inteligente monitora seu sono para ajustar o colchão e sugerir novos hábitos
>>> Tela OLED flexível de 18 polegadas da LG está pronta para ser mostrada na CES 2016
>>> Dezesseis sensores garantem que este termômetro faça leituras instantâneas de temperatura

IMAGE DISTRIBUTED FOR FARADAY FUTURE - Faraday Future (FF) FFZERO1 Concept vehicle at FF's pre-CES reveal event in Las Vegas on Monday, Jan. 4, 2016. (Bizuayehu Tesfaye/AP Images for Faraday Future)

Fundada em 2014, a Faraday Future já cresceu e hoje tem em torno de 750 empregados ao redor do mundo. Mês passado, a empresa anunciou planos para construir uma fábrica ao norte de Las Vegas, com investimento de US$ 1 bilhão — a construção irá começar nas próximas semanas. Mas o FFZERO1 não vai ser o carro feito nesta nova fábrica.

O conceito FFZERO1 é um estudo de projeto excepcional, cheio de recursos futurísticos, como um smartphone no volante, telas sensíveis ao toque por todos os lados do motorista, curvas de supercarro e uma cabine parecida com cockpit para o passageiro e o motorista. O desempenho, segundo a empresa, é digno de superesportivo: 1.000 cv de potência, menos de três segundos para ir de 0 a 100 km/h e velocidade máxima superior a 320 km/h (200 milhas por hora). Parece muito bom para ser verdade, e bem, é isso mesmo.

IMAGE DISTRIBUTED FOR FARADAY FUTURE - Faraday Future (FF) FFZERO1 Concept vehicle at FF's pre-CES reveal event in Las Vegas on Monday, Jan. 4, 2016. (Bizuayehu Tesfaye/ AP Images for Faraday Future)

Mas a Faraday Future, ou FF, como a companhia quer ser chamada, está usando o conceito para mostrar sua VPA (sigla para Variable Platform Architecture, “arquitetura variável de plataforma”), que permite que vários tipos de veículos sejam feitos sobre uma mesma estrutura, com modificações mínimas. Então, remova todos os destaques espalhafatosos do FFZERO1 e você pode construir um veículo mais prático e barato sobre o que sobrou — como uma picape com tração nas quatro rodas, ou um sedan com tração em duas rodas.

Começando como uma plataforma universal, a Faraday Future se coloca em posição de oferecer uma ampla variedade de veículos, precisando produzir em massa somente a base dos carros em sua nova fábrica bilionária. A VPA é flexível o suficiente para acomodar vários números de motores elétricos, e a bateria não precisa ser um bloco maciço, mas sim um conjunto de células de energia melhores que podem ser trocadas ou atualizadas para obter uma performance melhor, assim que necessário.

Será que a Faraday Future entrega o prometido? É esperar para ver. A empresa pode conseguir dinheiro e fazer promessas sem grande esforço, mas é um longo caminho até colocar um carro elétrico na sua garagem.

[Faraday Future]

Imagens: AP Photos