Parece que o problema de falta produtividade no trabalho por conta FarmVille também chegou na redação da Time. Segundo a lista de 50 piores invenções da história, o joguinho da Zynga está lá, como o jogo mais viciante e menos estimulante do Facebook.

A rápida argumentação da Time é simples e direta: não há dificuldade intelectual ou qualquer tipo de desafio complexo em FarmVille, apenas uma sequência infinita de cliques na colheita para plantar e colher mais. Para completar, eles chamam a Zynga de “gênios do mal” por dizer que 10% dos americanos (!!!) já criaram sua fazendinha no campo virtual. No fim das contas, o relato é mais um pedido de desculpas de Dan Fletcher para a Time, já que ele admite ter perdido algumas boas horas de trabalho no jogo.

A lista ainda traz algumas falhas clássicas do mundo da tecnologia, como o Segway, o clipe que só queria ajudar do Office e até o leitor de código de barras CueCat. Há também espaço para o console-que-ninguém-entendeu, o Virtual Boy da Nintendo, ao Betamax, que perdeu de maneira humilhante a briga com o VHS e aos malditos criadores da propaganda em pop-up e dos spams. Mas as nossas menções honrosas ficam para os "dedos de celular" que uma companhia australiana inventou para telefones touchscreen, e para o carro Ford Pinto, que além de ter sido um fracasso de venda e ter fama de explodir em acidentes leves, tem esse nome aí nada bacana para falar para os amigos. [TIME]