Deve haver diversas maneiras do Twitter fazer dinheiro, mas não parece que uma delas seja cobrar dos usuários pelo acesso ao serviço: uma recente pesquisa mostrou que zero por centro dos usuários pagaria pelo serviço. Zilch. Nada. Nenhumzinho da Silva.

Zero. Zip. Vazio. Vácuo. Nem um fiapinho da mandioca. Isso é divertido!



É claro que sempre haverá gente disposta a pagar por qualquer coisa, então este 0% deve ser considerado uma aproximação com uma margem de erro considerável. Mesmo assim, é 0%, e um resultado tão severo indica que conseguir abrir as carteiras da massa twitteira será praticamente impossível. 

A descoberta faz parte do 2010 Digital Future Study, um projeto da Annenberg School for Communication and Journalism, que joga um pouco de água fria na noção de conduzir os usuários de serviços gratuitos em uma transição para serviços pagos.

O resto do estudo – que custa U$ 500 para uso pessoal e US$ 1500 para uso corporativo – fala sobre que tipo de anúncios as pessoas preferem ver, e quando. Essa parte já não é tão interessante, mas não pudemos deixar de notar e falar sobre uma Fail Whale tão grande quanto a questão do 0%. [USC via Mashable]