Bangladesh tem um terrível problema com ratos: o país importa 3 milhões de toneladas de comida por ano, e os ratos acabam com 1,5 a 2 milhões de toneladas disso. Então o governo fez da matança de ratos um esporte legítimo, com prêmios.

O rei dos matadores de ratos foi Mokhairul Islam, que acabou com 83.450 em sua fazenda, durante nove meses. Impressionante – o segundo lugar matou menos da metade disso, apenas 37.450. Por seus esforços, Mokhairul recebeu uma TV a cores de 14 polegadas. Para ele, que não sabia da premiação, a surpresa parece ter sido ótima – ele prometeu continuar a matá-los. Mas, sério, o cara merecia pelo menos uma TV de plasma da Vizio ou coisa do tipo.

Ah, e tem a parte realmente nojenta – para provar que ele realmente matou tantos roedores, ele manteve os seus rabos. Isso significa que ele tinha um espaço em algum lugar com mais de 80.000 rabos de ratos apodrecendo. Ewwwwwww. [Telegraph]