A dupla Fine Bros faz um sucesso enorme no YouTube com um formato de vídeos “[grupo de pessoas] reage a [alguma coisa]”. Mas eles se tornaram o foco do ódio coletivo da internet após revelar um plano de registrar a marca “React”. Após a repercussão negativa, eles resolveram cancelar tudo.

O canal Fine Brothers Entertainment se tornou famoso por vídeos que mostram crianças reagindo ao computador Apple II, idosos reagindo a dubstep, entre outros. São 3,8 bilhões de visualizações no total.

kty21uhxl037sjiyhqad

Benny e Rafi Fine basicamente assumiram que eram donos do formato “react”, e tiveram a ideia de licenciar esse estilo para outros usuários do YouTube. Em troca, eles receberiam parte da receita gerada pelos vídeos.

O problema é que, para reforçar isso, eles tentaram tornar a palavra “REACT” em uma marca registrada, juntamente a termos semelhantes como “Adolescentes reagem”, “Idosos reagem”, e assim por diante. Como explicamos por aqui, isso demonstra um interesse em eliminar todo e qualquer vídeo que contasse com a palavra “react” no YouTube.

A internet entrou em polvorosa, e passou os últimos dias postando críticas, dando dislikes nos vídeos do Fine Bros e cancelando inscrições no canal.

Em um post no Medium, a dupla voltou atrás em seus planos para dominar o YouTube, e pediu desculpas a seus fãs:

Estamos aqui para pedir desculpas.

Nós percebemos que criamos um sistema que poderia ser facilmente usado para algo errado. Estamos consertando isso. Marcas como esta poderiam teoricamente ser usadas ​​para dar a empresas (incluindo a nossa) o poder de policiar e controlar vídeos online – esta é uma preocupação válida, e embora possamos afirmar que as nossas intenções são puras, não há nenhuma forma de provar isto.

Decidimos fazer o seguinte:

1. Rescindir todas as nossos marcas registradas e pedidos para “React”.

2. Interromper o programa React World.

3. Publicar todas as reivindicações passadas de Content ID.

Além disso, os vídeos que anunciavam o programa React World foram tirados do ar. Se esses gestos são suficientes para restaurar a fé nos Fine Bros, só o tempo dirá. Por enquanto, o número de inscritos no canal continua a cair.

[Medium]