Parece que foi ontem que o Firefox 16 foi lançado, mas já se passaram seis semanas. Isso significa que, seguindo a política de atualizações rápidas da Mozilla, chegou a hora do Firefox 17.

A Mozilla liberou o download da nova versão do seu navegador e a grande novidade é que agora ele é mais social. O Firefox 17 conta um um API Social que permite integrar diferentes serviços ao browser, mais ou menos como acontece com a barra de busca.

Por enquanto, apenas o Facebook usa a nova ferramenta com o Messenger – ative-o neste link. Você não precisa mais ficar com a página da rede social aberta para conversar com amigos ou saber o que está acontecendo: ele adiciona a barra lateral do Facebook ao navegador e, na parte superior direita, surgem as notificações. Qualquer atualização surge em um pop-up na tela independentemente de qual site você esteja visitando na hora.

Mas não se preocupe: você pode desativar tudo isso e ficar apenas com as notificações no Firefox, sem nenhuma barra lateral e nenhum pop-up incomodando durante a navegação.

O Facebook é o primeiro, mas não deve ser o único recurso social. Com a liberação da API, outros serviços devem ser integrados ao navegador no futuro. O que pode tornar o Firefox uma espécie de Rockmelt – aquele navegador voltado para redes sociais lançado há alguns anos.

Outra novidade está nas “atualizações click-and-play”: o Firefox 17 não roda mais plugins que estejam desatualizados. Ele avisa ao usuário de que é necessário fazer um update que é ativado apenas com um clique.

A má notícia fica para usuários do Leopard, o Mac OS X 10.5: ele não é mais compatível com o Firefox. Assim, quem não atualiza o sistema do Mac que já tem três anos de estrada não poderá usar esta versão do navegador.

Quem já usa o Firefox receberá a atualização de forma automática (o update silencioso chegou na versão 15). Quem prefere outro navegador mas quer conhecer os novos recursos do Firefox 17 pode baixá-lo no link a seguir: [Firefox via ArsTechnica]