Os cientistas do Fraunhofer Institute inventaram A Caneca de Café Perfeita: uma que absorve o calor da sua bebida quando ela está quente demais, e então vai liberando esse calor aos poucos para evitar que ela esfrie, conservando a exata temperatura ideal por 30 minutos.

O segredo para esta mágica acontecer é física e um materialzinho chamado PCM — Phase Change Material –, uma extraordinária substância usada em construção e roupas de inverno extremo. O PCM é capaz de armazenar e liberar calor ou frio.

Ele é sólido em seu estado original, mas quando recebe calor, ele o absorve como uma esponja e vira meio que uma cera gosmenta. À medida que o PCM solidifica, ele libera a energia de maneira regular, mantendo qualquer líquido ou espaço físico na temperatura perfeita. Em arquitetura, eles conseguem este efeito preenchendo paredes com PCM, que absorve calor do sol e então o libera quando a atmosfera se resfria à noite, mantendo a casa quente.

A caneca segue o mesmo princípio: ela é feita de cerâmica oca. Dentro há uma estrutura de alumínio — como você pode ver na imagem acima –, que é preenchida com PCM. Quando você joga o seu café quente, o calor é absorvido até um nível ideal, determinado pela quantidade de PCM no interior da caneca. De acordo com Klaus Sedlbauer, chefe do departamento responsável pelo projeto, você pode personalizar esta quantidade na hora da fabricação. A caneca perfeita, no entanto, mantém a bebida a 136,4 graus Fahrenheit (58 Celsius).

Bebidas quentes, como café ou chá, são melhor aproveitadas a 58 graus Celsius. Para alcançar e manter essa temperatura, nós preenchemos a caneca com um tipo de PCM que se liquifica a exatos 58 graus. Sob circunstâncias ideais, a temperatura perfeita pode ser mantida por 20 a 30 minutos.

Não sei o que você acha, mas por mim eles já demoraram demais pra colocar esse troço no mercado. Quero duas. [Spiegel]