Turistas muitas vezes precisam de soluções práticas. Curtir a culinária do local visitado é normalmente a preferência, mas há momentos em que uma refeição rápida é a melhor alternativa. Menos em Florença. A capital da Toscana, região no centro-norte da Itália, criou uma lei para limitar a quantidade de comida forasteira oferecida no centro histórico da cidade.

Continue lendo no Outra Cidade: http://outracidade.com.br/florenca-impoe-cota-minima-de-comida-local-em-restaurantes-do-centro/