A Nasa completou nesta quinta-feira (18) mais um teste do Space Launch System, parte essencial do programa Artemis, que deverá levar um homem e uma mulher à Lua. O estágio principal do foguete ficou com seus quatro motores ligados por oito minutos e 19 segundos, mas sem sair do lugar, no Centro Espacial Stennis, no estado do Mississippi (EUA). Você pode ver um pouco da ação no vídeo abaixo:

Este é o segundo teste do tipo chamado de “hot fire”, com os motores ligados, pelo qual o foguete passa. O primeiro foi no dia 16 de janeiro, mas acabou bem antes do esperado, com apenas 60 segundos, por problemas no sistema hidráulico de um dos motores. Desta vez, porém, os 499 segundos superaram por muito os quatro minutos planejados pela Nasa e pela Boeing, sua fornecedora, para averiguar o funcionamento desse monstrinho de 65 metros de altura.

Os dados do teste ainda precisam ser revisados, mas os cientistas envolvidos na missão se mostraram bastante animados com o que viram. Steve Jurczyk, administrador em exercício da Nasa, disse em uma coletiva que o teste foi um grande marco no avanço em direção às metas da missão Artemis.

Depois de revisados os dados, se tudo estiver de acordo com o esperado, o SLS será levado de barco do Mississippi, onde foi feito o teste desta quinta-feira, para o Centro Espacial Kennedy, na Flórida. Lá, sua montagem será concluída.

Assine a newsletter do Gizmodo

O primeiro voo do Space Launch System será o Artemis 1, que enviará a espaçonave Orion para uma viagem não-tripulada ao redor da Lua. O cronograma original indica que este voo deve acontecer até o fim deste ano, mas não sabemos ainda se isso será cumprido, já que os planos para a missão Artemis foram bastante apressados e tinham como meta uma viagem tripulada para a Lua já em 2024.

[Nasa, Space, The Verge]