Quando a Sony lançou a segunda geração de seu fone de ouvido com cancelamento de ruído no ano passado, a gente achou ele bem bacana. O fone trazia algumas melhorias e chegou custando US$ 350, ou seja, US$ 50 menos do que seu antecessor – no Brasil, ele desembarcou por R$ 1.290.

Passado um ano, a Sony lança a terceira geração do fone que te faz ficar alheio ao restante do mundo. E ele cancela ainda mais ruído e é ainda mais confortável.

• [Review] – Sony WH-1000XM2, um fone premium com cancelamento de ruído não tão caro
• Fone com cancelamento de ruído e controle por gestos da Sony vai chegar por R$ 1.290

O novo Sony WH-1000XM3 se parece muito com os últimos fones da empresa, com exceção de dois detalhes de design. A mais perceptível tem a ver com conforto. Enquanto a primeira e segunda geração tinham uma tira de metal que envolvia sua cabeça, o novo modelo é dividido em três peças. O visual é menos nerd, graças ao topo macio do fone, e ele me pareceu bem acolhedor nos minutos que tive com o produto. Além disso, a parte interna para as orelhas está maior. Isso significa que a sua orelha vai suar menos.

A outra mudança de design significativa envolve o material utilizado na parte externa da concha. Este tem sido uma elemento estranhamente controverso sobre estes fones de ouvido, porque é uma parte que encarece bastante o custo final. A primeira geração dos fones Sony 1000X tinha o exterior de coro sintético que o fazia parecer que os controles via toques – dá para passar a música, pausar, etc – parecesse muito sensível. A segunda geração já tinha uma textura mais grossa e que não parecia sensível o suficiente. Nesta versão mais recente do 1000X, a Sony decidiu colocar um plástico revestido, mais suave e que parece ter resolvido os problemas.

O mais animador sobre os novos fones 1000X, no entanto, é o cancelamento de ruído extra. Parece redundante falar disso nesse momento, mas o novo fone simplesmente cancela ainda mais ruído. Em uma demonstração da Sony, eu usei a segunda geração do produto em um ambiente ruidoso, e aí, imediatamente depois, usei o novo fone no mesmo ambiente. A geração mais nova cancelou mais ruído! Essas impressões iniciais precisarão de uma análise mais profunda, mas por enquanto, a ideia de que a Sony melhorou sua tecnologia é bem promissora.

Ah, e tem outra boa notícia: a Sony não subiu o preço. Os fones WH-1000XM3, assim como a última geração, serão vendidos por US$ 350. A Sony afirmou ainda que irá descontinuar as gerações anteriores, o que significa que aquelas versões ficarão mais baratas durante algum tempo.

Imagem do topo: Adam Clark Estes/Gizmodo