Form 2 é uma impressora 3D futurista que cria objetos com resinas e lasers

A nova impressora 3D da Formlabs, a Form 2, que combina estereolitografia com resinas e lasers, acabou de ganhar diversas novidades neste novo modelo.

Impressoras 3D não precisam de ajuda para parecem futuristas, já que elas transformam conteúdo digital em conteúdo físico num espaço tridimensional. Já vi pessoas dizendo inúmeras vezes que o “replicador” de Star Trek é um descendente distante e fictício de impressoras 3D.

Mas nenhuma delas parece tão futurista quanto a Form, que usa estereolitografia com resinas e lasers. E agora, ela está recebendo uma atualização muito bem-vinda.

Esta é a Form 2, e em quase todos os aspectos, ela é melhor que a original. Ela é cerca de 40% maior, seu laser é mais poderoso para impressões de alta qualidade, e ela também tem um novo sistema de limpeza (quase como um para-brisas de carro), impedindo que resíduos da resina plástica fiquem rígidos e presos à máquina com o tempo.

Isso é bastante coisa, mas a real novidade aqui é transformar essa máquina do futuro em algo realmente utilizável. A Form 2 atinge este objetivo ao adicionar funções-chave que, infelizmente, não estiveram presentes na campanha do Kickstarter do primeiro modelo nem na subsequente Form 1+.

Uma dessas funções é o novo sistema de cartucho da impressora: trata-se basicamente um recipiente fechado no qual você pode adicionar resinas da Formlabs ou de outra empresa.

A outra é uma tela capacitiva inserida na frente da impressora, para que você possa ver o progresso das impressões:

Quanto ao software, a Formlabs atualizou o programa Preform para tornar a impressão um processo mais rápido com apenas um clique. Além disso, a impressora também ganhou funções Wi-Fi, não sendo mais necessário usar um cartão SD ou conectar um cabo à Form 2 para fazer as impressões.

O único problema é o preço. Com uma tonelada de extras, a Form 2 é apenas dedicada a profissionais ou amantes do hobby, uma vez que ela custa US$ 3.500. É um tremendo de um investimento para artistas, mas certamente não é barato.

Sair da versão mobile