Chegou a hora da Samsung renovar a linha do Galaxy A, smartphones intermediários com cara de premium. As versões 2017 do A3, A5 e A7 possuem leitor de impressões digitais, resistência contra água e poeira (IP68), suportam o Samsung Pay e estão ligeiramente diferentes em relação aos antecessores.

Talvez a principal alteração seja a adoção do USB-C como padrão de entrada, substituindo o micro-USB. A mudança na linha intermediária sugere que a Samsung deve adotar a novidade nos outros modelos.

• Os novos Galaxy A5 e A7 têm leitor de digitais e fazem pagamentos sem usar NFC
• [Review] Samsung Galaxy A7 2016: um smartphone intermediário com visual premium

O Galaxy A7 (2017) possui tela Super AMOLED FullHD de 5,7 polegadas, processador de oito núcleos de 1,9 GHz, mais 3 GB de RAM, 32 GB de armazenamento expansível por microSD de até 256 GB, câmeras traseira e frontal de 16 megapixels com abertura f/1.9. A bateria tem 3.600 mAh, com tecnologia de carregamento rápido.

Por sua vez, o Galaxy A5 (2017) possui tela Super AMOLED FullHD de 5,2 polegadas, 3 GB de RAM e mesmo processador, armazenamento expansível e câmeras. A bateria tem 3.000 mAh e também carrega rápido.

Já o Galaxy A3 (2017) ela Super AMOLED HD de 4,7 polegadas, processador octa-core de 1,6 GHz, 2 GB de RAM, 16 GB de armazenamento expansível por microSD de até 256 GB, câmera traseira de 13 megapixels (f/1,9) e frontal de 8 megapixels (f/1,9) e bateria de 2.350 mAh.

galaxy-a-linha-2017

A tecnologia MST (transmissão segura magnética) marca presença novamente, mas dessa vez em todos os modelos da linha. Com ela é possível fazer pagamentos sem usar NFC emulando a tarja magnética do seu cartão de crédito ou débito.

Galaxy A3, A5 e A7 (2017) serão lançados em todo o mundo a partir de janeiro, nas cores preto, azul, rosa e dourado. Os preços no Brasil ainda não foram revelados, mas podemos esperar por preços similares do ano passado: R$ 1.399, R$ 2.199 e R$ 2.499.

[Samsung]