Daqui a pouco mais de dois meses, a Samsung vai anunciar a nova geração do seu principal smartphone: o Galaxy S10. De acordo com fontes do Gizmodo do Reino Unido, a companhia fará um evento no dia 20 de fevereiro, antes da Mobile World Congress 2019.

Essa estratégia tem sido adotada pela empresa há algum tempo e os últimos Galaxy S também tiveram seu lançamento na véspera do evento que acontece na Espanha.

• Provavelmente é assim que o Galaxy S10 vai evitar o notch na tela
• Nove pessoas são acusadas de orquestrar venda de segredo industrial do smartphone dobrável da Samsung

As fontes dizem ainda que o aparelho será disponibilizado para pré-venda na gringa a partir desta data e o envio começa no dia 8 de março. Não há nenhum detalhe sobre o lançamento no Brasil, mas a Samsung não costuma demorar para trazer o aparelho para cá; o Galaxy S9, por exemplo, apareceu por aqui pouco depois de um mês do lançamento nos EUA e em outros mercados.

O Gizmodo UK diz ainda que o Galaxy S10 terá três versões: uma versão padrão, outra “Plus” e uma versão reta, sem bordas curvadas. O modelo deverá mesmo adotar a solução Infinity-O display, que foi apresentada no Galaxy A8s e adiciona um “olho” na parte frontal que abriga a câmera para selfies.

A versão regular terá tela de 6,1 polegadas, enquanto a Plus virá com 6,4 polegadas. A versão reta será menorzinha, com 5,8 polegadas.

O aparelho deverá ter um leitor de impressões digitais debaixo da tela. Essa informação já tinha aparecido via Evan Blass, um cara com ótima reputação em vazamentos. O sensor será ultrassônico, o que significa que ele fará uma leitura 3D do seu dedo por meio de ondas de ultrassom – aparelhos como o OnePlus 6T já adotaram o leitor por debaixo da tela, mas usam um método mais barato, que faz uma espécie de foto do seu dedo.

E preço? Bem, eles vão ser bem salgados e em linha com o que tem ocorrido na linha dos dispositivos topo de linha:

S10 128GB: £799 (US$ 1.007)
S10 512GB: £999 (US$ 1.260)
S10+ 128GB: £899 (US$ 1.134)
S10+ 512GB: £1,099 (US$ 1.,386)
S10+ 1TB: £1,399 (US$ 1.765)

Outros vazamentos apontam que o celular será capaz de carregar outros aparelhos sem utilizar nenhum fio. A função se chama Powershare e já apareceu no Huawei Mate 20 Pro. Ainda não há detalhes sobre o tamanho das baterias.

Por fim, alguns rumores afirmam que o celular terá compatibilidade com a conexão 5G, virá com três câmeras traseiras e manterá a entrada de 3,5mm para fones de ouvido. As fontes do Gizmodo UK, no entanto, não confirmaram essas informações.

[Gizmodo UK]