O Galaxy S20 tem uma versão para os EUA e outra versão para o restante do mundo. No mercado americano, o smartphone topo de linha da Samsung tem um processador Qualcomm Snapdragon 865, enquanto as outras regiões contam com um Exynos 990, fabricado pela própria marca. Usuários da versão com Exynos 990 ao redor do mundo estão relatando uma série de problemas com o S20 Ultra, que custa a partir de R$ 7.199.

Após o lançamento global feito em março, donos do Galaxy S20 Ultra com processador Exynos começaram a relatar problemas como superaquecimento, performance prejudicada do autofoco da câmera, baixa autonomia de bateria e bugs esquisitos de compatibilidade que impediam jogos como Pokemon Go de funcionarem corretamente.

E agora, usuários nos fóruns da Samsung começaram a reclamar que as telas de alguns Galaxy S20 Ultra estão ficando verdes. Esse problema, inclusive, é visto em outros modelos da linha topo de linha da Samsung, conforme relatado por usuários do Galaxy S9.

Usuário mostra a tela esverdeada do Galaxy S20 UltraUsuário mostra a tela esverdeada do Galaxy S20 UltraUsuário mostra a tela esverdeada do Galaxy S20 Ultra. Captura de tela: Samsung Forums

A causa da tela esverdeada do S20 Ultra pode estar relacionada ao software, já que o problema só aparece quando o celular tem menos de 25% de bateria e está configurado no modo de atualização de tela de 120Hz. Como os relatos estão relacionados apenas aos aparelhos vendidos com processadores Exynos, muita gente está sentindo que esse modelo é menos capaz do que a versão vendida nos EUA.

A Samsung adota essa estratégia de dois processadores diferentes para a linha Galaxy S há algum tempo, com os EUA e alguns países da Europa recebendo as versões com chip Snapdragon, enquanto o restante do mundo utilizam os chips Exynos, incluindo a Coreia do Sul – país de origem da empresa.

Em uma decisão pouco usual, a Samsung decidiu que neste ano a Coreia do Sul teria o S20 Ultra com chip Snapdragon. Como a Samsung é responsável pelo projeto e fabricação dos chips Exynos 990 usados em algumas versões do S20 Ultra, usuários começaram a especular que a Samsung sabia que o processador não era uma alternativa adequada ao Snapdragon 865. Esses consumidores acreditam que a Samsung não colocaria um produto inferior em seu país de origem.

O Gizmodo entrou em contato com a Samsung para mais informações e um comunicado sobre o problema, mas ainda não recebeu respostas. De qualquer modo, entre todas essas questões e o preço elevado do Galaxy S20 Ultra, será difícil alterar a percepção crescente de que a Samsung exagerou nas promessas de desempenho e qualidade do S20 Ultra com processador Exynos.

O Gizmodo Brasil está com um modelo do Galaxy S20 Ultra com processador Exynos para testes e, até agora, o dispositivo não sofreu com problemas de tela esverdeada ou outros gargalos de desempenho – mesmo utilizando a configuração de atualização de tela a 120Hz.

Nos fóruns brasileiros de suporte da Samsung, não há relatos similares sobre a tela do Galaxy S20 Ultra, mas pelo menos um usuário reclamou de problemas de compatibilidade com o Pokemon Go. A maioria dos relatos com tela esverdeada no canal da marca e em relatos no ReclameAqui está relacionada ao Galaxy S9.

Colaborou: Alessandro Feitosa Jr.