A apresentação do Galaxy S 4 teve um enfoque bem interessante, de certa forma herdada da do ano passado, que nos apresentou o S III: pouca atenção ao hardware, muito falatório e muitas demonstrações dos truques em software que ele é capaz de fazer.

Espremido entre essas duas áreas, apareceram acessórios.

Salvo um ou outro, não é muito comum que capinhas, pulseira, uma balança (?) e um joystick (??) surjam em grandes eventos de smartphones, mas hoje a Samsung quebrou a tradição — com essa e outras invencionices da apresentação teatral.

A Samsung mostrou duas categorias de acessórios para o Galaxy S4 no evento que acabou de rolar em Nova York: uma de capas, outra da linha saudável. E um estranhíssimo joystick. Nada muito revolucionário, mas coisas que reforçam a ideia de convergência que há muito já está enraizada nos smartphones e a expande para objetos físicos.

As capas

S View Cover.

Os desastrados de plantão ou cuidadosos ao extremo (e assassinos do trabalho dos profissionais de design) estão bem servidos no que diz respeito à proteção do Galaxy S4. Não uma, nem duas, mas quatro acessórios do gênero foram mostrados lá, resultando em quatro formas de guardar bem o smartphone e protegê-lo contra sequelas causadas por quedas e outros acidentes.

Temos uma capinha estilo “meia”, uma “capa de livro” e o case protetor. Os dois últimos, multicoloridos — sete e cinco cores, respectivamente.

A maior novidade é a S View Cover (acima): trata-se de uma proteção do tipo “capa de livro” que tem um vão na parte superior por onde o usuário consegue visualizar o identificador de chamadas. É um toque de utilidade que permaneceria sem muito uso na maior parte do tempo, dado que usamos smartphones cada vez menos como telefones. Mas quem sabe, para quem ainda faz muitas chamadas esse detalhe seja justificado.

S Health

Acessórios de saúde do S 4.

O S Health é um app que, no fim das contas, faz a ponte entre o Galaxy S4 e uma série de novos acessórios — três, para ser mais exato:

  • O HRM é um monitor de batimentos cardíacos, uma daquelas faixas que atletas, profissionais e de fim de semana, colocam no peito antes de saírem para correr.
  • A Body Scale é… bem, é uma balança. Sim, uma balança, mas uma que sincroniza com o S Health e joga na tua cara quanto você engordou depois do churrascão da firma.
  • O último é o S Band, uma pulseira que vai na cola de outras como Fuelband, Fitbit e Jawbone Up. Basicamente ela monitora seus passos e outras atividades cotidianas, compilando esses dados no smartphone para dar uma visão ampla do quão sedentário você é.

E esse joystick aí?

O bizarro joystick do Galaxy S 4.

Ele não apareceu no palco, mas pôde ser visto nos bastidores. Ainda na forma de conceito, a Samsung levou para Nova York um joystick Bluetooth que recebe o Galaxy S 4 — e o Note II e, pasme, talvez até o (tablet) Note 8.

O controle tem dois direcionais analógicos, um d-pad, quatro botões de disparo, alguns outros de navegação e até botões em cima, aqueles popularizados pelo SNES como L e R. A conexão é Bluetooth, e o acoplamento do smartphone/tablet se dá através de uma espécie de prensa. Fechado (sem aparelho algum), lembra o josytick do Xbox 360. Todo montado, com o smartphone ali, a sensação é de que estamos vendo uma versão branca do Nvidia Shield.

O joystick funciona com duas pilhas AAA e, segundo o Engadget, será lançado na metade do ano. [The Verge e Engadget]