Esta fantástica história de um garoto de 14 anos que conseguiu o recorde de 973.954 pontos no Guitar Hero seria um exemplo do triunfo do homem sobre a tecnologia – se a tecnologia pudesse mesmo competir conosco.

E a pontuação recorde de Danny Johnson poderia ser ainda maior se o botão azul de sua guitarra não tivesse quebrado quando ele estava lá pra nota 3.558 da música de 3.722 notas. E o garoto ainda diz que ele quebrou 80 guitarras do jogo em sua missão de ser o número um do mundo.

O que podemos concluir disso? Um, os pais de Danny gastaram todo o dinheiro da sua faculdade em guitarras extras (foi mal, garoto). Dois, as guitarras da Activision para Guitar Hero não foram projetadas para aguentar a música mais difícil do jogo, o que é uma droga, mas apenas para quem realmente consegue tocá-la. E terceiro, Danny não vai trepar até completar trinta anos, talvez trabalhando na mesma Best Buy em queele bateu o recorde (mal de novo, garoto). [NY Times]