O autoproclamado “inventor em série”, Lino Marrero, de 15 anos, criou um calçado capaz de carregar um smartphone. O garoto, que vive no Texas, nos EUA, desenvolveu uma palmilha que capta energia cinética (do movimento) e, em seguida, a converte em energia para carregar um smartphone.

De acordo com o inventor, 12 minutos de caminhada geram energia suficiente para carregar aproximadamente 10% da bateria de um celular.

A ideia veio após um treino de futebol. Marrero precisava ligar para a mãe, mas infelizmente a bateria do celular descarregou. Enquanto ainda estava sentado no campo, lembrou que em uma de suas aulas um professor citou algumas fontes de energia renováveis e não parou de pensar em uma forma de evitar ficar sem bateria nos momentos em que mais precisasse.

Quando chegou em casa colocou a mão na massa pensando na melhor forma de utilizar a energia gasta em seus exercícios físicos para carregar seu celular. O resultado foram 10 protótipos diferentes, até o Kinect Kickz finalmente nascer.

O Kinect Kickz não é a primeira invenção do gênio de apenas 15 anos. Marrero começou aos 10 anos e criou uma forma de solucionar um grande problema: as doloridas bolhas causadas pelos estudos de violoncelo. O garoto cogitou parar seus estudos de música por conta das dores. Para contornar o problema, ele criou o “String Ring”, proteção ajustável para os dedos que evita dores e o surgimento das bolhas — tudo sem interferir na qualidade sonora do instrumento.

Agora, o garoto está desenvolvendo um “String Ring” especialmente para guitarristas.

O jovem assina ainda outra invenção no ramo dos calçados: um sapato ecologicamente correto com palmilha reutilizável, que foi criado como uma alternativa para diminuir a degradação do meio ambiente, já que sapatos com solas de borracha demoram muito para se decompor naturalmente.