O que fazer se você é o presidente de uma empresa que lida constantemente com problemas de privacidade? Se você é Mark Zuckerberg, você faz isso para que os usuários do seu serviço não consigam bloquear você. Mark Zuckerberg recentemente, e misteriosamente, tornou-se não-bloqueável no Facebook.

O TechCrunch destacou um site engraçado, blockzuck.com. A única finalidade dele: mostrar que se você tentar bloquear o Mark Zuckerberg no Facebook, desta forma escondendo dele seu perfil, você recebe a mensagem "erro geral de falha de bloqueio". Voce pode bloquear quem quiser no Facebook – só não dá pra bloquear o Zuck!

Mas, de acordo com o cara por trás do BlockZuck.com (que prefere permanecer anônimo), era possível bloquear o Zuckerberg. Ele começou o BlockZuck.com para convencer as pessoas justamente a fazer isso, e teve que atualizar seu site quando o Zuckerberg se tornou não-bloqueável. Ele nos disse por email:

Minha ideia original era começar uma campanha para fazer as pessoas bloquearem o Zuckerberg no Facebook, como uma espécie de protesto meia-boca pela privacidade. Eu surgi com a ideia depois da última grande comoção de privacidade, e decidi guardá-la para a próxima que viria, que foi o Facebook Places.

Até bastante recentemente, *era* possível bloqueá-lo; depois que eu coloquei a versão original do site, eu descobri que ele não podia ser mais bloqueado. O que é muito mais interessante que minha ideia fraca, então eu atualizei o site para refletir isto.

Então, por que o Mark Zuckerberg se tornou não-bloqueável no Facebook? Vai saber. Quem sabe ele ou um engenheiro descobriu o BlockZuck.com e quis retaliar. Ou quem sabe ele goste de assustar as pessoas. Já viu o trailer do filme sobre o Facebook, The Social Network? Um pouco medonho. [BlockZuck.com via TechCrunch]

O Gizmodo Brasil pode ganhar comissão sobre as vendas. Os preços são obtidos automaticamente por meio de uma API e podem estar defasados em relação à Amazon.