Como vocês já devem ter notado, estamos em reformas há alguns dias. Há algumas mudanças cosméticas e outras profundas. Vamos conhecer a nossa casa nova:

A primeira coisa que fizemos foi mudar o sistema de postagem do blog de Drupal para WordPress. O Drupal é um framework cheio de recursos, que a comunidade de desenvolvedores – especialmente adora e tal. Mas o nosso código inicial era cheio de gordurinhas e alguns plug-ins que achávamos interessantes para o site simplesmente não eram tão facilmente implementados (ou leves) com a nossa estrutura antiga. Passamos para o WordPress, que é uma plataforma bastante conhecida, com uma quantidade gigantesca de plug-ins e que faz com que adicionar ou tirar funcionalidades do site seja mais fácil.



O Zé Roberto, nosso CZAR da tecnologia, passou um tempo aprimorando o script para que a migração dos mais de 14 mil posts acontecesse sem muitos problemas. Para falar a verdade, a migração falhou em uma madrugada de sábado para domingo e tivemos que tentar de novo. Agora está tudo mantido, posts, fotos e comentários.

Isto posto, ainda estamos na fase de ajustes. Outro dia a fonte ficou mais escura, depois mudamos os ícones para número de leituras e autor do post (seguindo o exemplo do Giz US), o tamanho da imagem-padrão… Enfim, várias coisinhas visíveis a vocês e detalhes que facilitam bastante a vida dos editores embaixo do capô. Vamos aproveitar que estamos com a mão na massa e fazer mais algumas mexidas.

Além de visualmente um pouco mais agradável, o site está sem dúvida mais rápido para carregar. E há também a versão mobile, que ainda estamos ajustando, mas já facilita muito a vida para quem quer economizar no plano de dados.

E, aproveitando que estamos tendo essa conversa sobre mudanças, gostaria de pedir encarecidamente aos comentaristas que adotem algumas resoluções de ano novo. Sejam mais educados e respeitosos, não usem palavras de baixo calão e tentem não repetir alguns vícios de comentários. Falar “First” é ridículo, mas menos idiota do que “o povo que gosta de Apple é tudo viado”, ou “você fala mal porque tem inveja e é pobre”.

Esse tipo de comentário será apagado com cada vez mais velocidade. E, se o comentarista for cadastrado no Intese Debate, será banido. Estamos repensando nosso sistema de comentários e espero que ano que vem tenhamos uma política melhor para os bons comentaristas, para que tenham mais visibilidade, e que seja mais severa para trolls e pessoas que não acrescentam à discussão de forma geral.

E este é o post para vocês comentarem as mudanças e sugerirem novas. Somos todos ouvidos.