O Google ainda está relutante para se adequar às novas diretrizes da App Store, que há algumas semanas solicita aos desenvolvedores descrever como os dados dos usuários são utilizados – uma novidade que a Apple chama de “informações nutricionais”.

Desde dezembro de 2020, a Apple exige que todos os aplicativos hospedados na App Store forneçam mais informações sobre como utilizam os dados dos usuários. Segundo a empresa, essa é uma forma de passar mais transparência aos donos de dispositivos iOS e macOS, uma vez que descreve exatamente quais informações estão sendo coletadas.

No caso do Google, como notou o site MacRumors, os principais aplicativos da empresa não foram atualizados para as novas regras da App Store desde o dia 7 de dezembro do ano passado. E a lista é grande: Gmail, Google Maps, Waze, Chrome, YouTube, Google, Google Drive, Google Fotos, Google Documentos, Google Earth, YouTube Music, Hangouts, Google Meet, Google News, Gboard, Google Podcasts, Google Tradutor, Google Pay e muitos outros ainda não se adequaram às novas diretrizes da Apple.

Para efeito de comparação, o Facebook, que é um dos apps que mais consome e coleta dados dos usuários no iOS, já atualizou sua página na App Store. Pode ser que a quantidade de informações guardadas pela rede social assuste muita gente, mas pelo menos tudo isso passou a ficar mais destacado na tela inicial de download da ferramenta. Ou seja, fica a critério do usuário baixá-la ou não, mas agora sabendo exatamente como a plataforma lida com tantos dados sensíveis.

No último dia 5 de janeiro, o Google afirmou em entrevista ao TechCrunch que essa atualização nos apps da empresa aconteceria “nesta semana ou na semana seguinte”. A questão é que os dias passaram e até agora nada disso foi concretizado. A justificativa do Google fica ainda mais estranha quando se leva em consideração que todos os aplicativos da companhia para iOS não recebem atualização há quase um mês. Mais curioso ainda é lembrar que os principais serviços do Google não costumavam ficar mais do que uma semana sem novos updates.

As versões para Android, por sua vez, continuaram sendo atualizadas desde então.

Ou seja, o jeito é aguardar até que o Google adeque seus aplicativos para as novas regras de transparência e privacidade da App Store. Agora quando isso vai acontecer, aí já é outra história.

[MacRumors]