O Google vai ter de pagar R$ 250 mil para a apresentadora Daniella Cicarelli devido a um vídeo íntimo dela que foi postado em 2006 no serviço. E o Google comemora: o valor da multa podia ser muito mais alto.

Na terça-feira (13), o STJ decidiu que o Google deverá pagar uma multa multa de R$ 250 mil para cada um dos envolvidos no caso – além de Cicarelli, o então namorado da apresentadora, Tato Malzoni, também vai receber esse valor. A empresa comemorou por não ter que pagar mais: a empresa disse que a decisão é “muito importante” por causa da “drástica redução no valor da multa”. E o Google tinha motivos para temer pagar mais: Cicarelli queria R$ 94 milhões.

O vídeo de Cicarelli com Malzoni foi postado no YouTube em setembro de 2006. No vídeo, eles aproveitavam uma praia na Espanha para fazer umas coisas além do que pessoas costumam fazer em praias, e tudo isso foi capturado por um paparazzo, que jogou as imagens no YouTube.

Desde então, o caso teve diversos episódios. Inicialmente ele foi removido do YouTube, mas usuários enviavam novamente sempre que ele era apagado. No começo de 2007, uma decisão judicial provocou a suspensão do serviço no Brasil e a apresentadora acabou pedindo desculpa aos usuários do YouTube depois de alguns protestos. Em 2008, a justiça definiu uma multa diária ao Google caso o vídeo voltasse a ser colocado nos servidores do YouTube. [Folha]