Parece que o Google está, pouco a pouco, se tornando a internet. Primeiro, o protocolo SPDY que promete acelerar o HTTP em até 64%, e agora o Google Public DNS, que promete busca de DNS mais rápida — e muitos dados e grana pro Google. UPDATE com testes de velocidade

Mas como o Google ganharia dinheiro com isso? Fazendo como o OpenDNS: se o usuário coloca um endereço e não consegue chegar ao site, surge uma página com resultados de busca e propagandas. O Google Public DNS não faz isso, mas talvez seja questão de tempo.

Além disso, empresas se dispõem a pagar pelo serviço de DNS para bloquear certos sites no trabalho (como páginas com vírus, ou pornografia). O Google disse ao Techcrunch que o novo serviço não vai bloquear nada — a ideia é pura e simplesmente tornar a navegação mais rápida.

Se você quiser testar, aqui estão as instruções. Uma alternativa é o OpenDNS (que, aliás, já respondeu ao novo serviço do Google). [Google e Techcrunch]

UPDATE: o blog TechSutra fez testes de velocidade, em diversos países, comparando o Google Public DNS com o OpenDNS e o servidor americano de DNS 4.2.2.2. O serviço do Google ganha em quase todos os países, exceto nos EUA e no Canadá. A diferença no Brasil é impressionante (valores em milissegundos, menor é melhor):